Futuro

Empresa de carnes abandona negócio antigo e investe tudo em proteína vegetal

por: Vitor Paiva

Gigante da indústria alimentícia holandesa, outrora referência na venda de carne no país, depois de 30 anos a empresa Vivera Foodgroup anunciou que acaba de deixar completamente de produzir carne animal. A marca retirou de produção a última linha de produtos à base do ingrediente animal, e passará a se dedicar somente a carnes feitas com ingredientes vegetais.

“O futuro é baseado em plantas”, diz a declaração oficial da empresa. “Somos uma das primeiras empresas do setor de carnes do mundo a dar um último adeus à carne. A partir de agora, nos concentraremos apenas nos alimentos à base de plantas, que estão realmente conquistando o mundo”, afirmou Willem van Weede, presidente da empresa.

A guinada da Vivera é mais uma indicação da maneira substantiva com quem o Mercado vegano vem crescendo na Europa e no mundo, e a empresa pretende responder a tal demanda em escala industrial. “Com a produção de mais um de milhão de produtos à base de vegetais por semana e com o desenvolvimento de mais produtos, a Vivera responde ao interesse crescente dos consumidores por uma alimentação mais saudável e sustentável”, diz a nota.

Essa mudança não impactará somente a Holanda, afinal a empresa distribui seus produtos em 25 mil supermercados em 25 países europeus. Não é possível, porém, ainda afirmar que a Vivera se tornou uma empresa 100% vegana, pois alguns de seus produtos ainda utilizam ovos, mas a decisão representa não só uma importante mudança para o meio-ambiente como a confirmação de uma tendência que pode tanto salvar o planeta como nossa saúde.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Primeiro hotel espacial do mundo com gravidade artificial deve inaugurar em 2025