Ciência

Empresa do Canadá abre vagas para sommelier de maconha. Alguém aí se habilita?

por: Vitor Paiva

Muitas oportunidades de emprego dos sonhos já foram reportadas aqui no Hypeness – e aqui vai é mais uma delas: essa, porém, é para um grupo específico e especializado. Uma empresa canadense colocou um anúncio no jornal no final do ano passado procurando por provadores que pudessem apreciar e selecionar seus produtos, para manter a qualidade quando fossem comercializados. O produto vendido pela AHLOT, no entanto, é um tanto especial: a maconha. Sim, a tal empresa estava à procura de sommeliers de maconha.

A repercussão foi tamanha que mais de 25 mil candidatos de todo o mundo aplicassem para a vaga de emprego – que, originalmente, buscava especialistas somente do Canadá. Por fim, a AHLOT criou uma equipe com perfis variados, vindo de experiências diferentes, como pessoas que vinham do cultivo pessoal de maconha. Tanto a empresa quanto a oportunidade de trabalho surgiram na rebarba do marco legal da maconha no Canadá, instaurado também no final do ano passado, que agora permite o uso recreativo da planta no país.

Acima, o anúncio do emprego; abaixo, José Dominguez, um dos contratados

O trabalho paga 50 dólares canadenses por hora (cerca de 144 reais), para aspirar a fumaça da maconha, e avaliar qualidades como aroma, sabor, apresentação e efeitos psicotrópicos de cada planta. A avaliação costuma ser feita tanto com cigarros enrolados em papel de seda quanto em vaporizadores. O trabalho, porém, não pode passar de 20 horas mensais. Em breve, alimentos à base da cannabis e resinas também se tornarão legais no Canadá – o que provavelmente irá abrir não só mais um imenso espaço para um mercado bilionário, como novas oportunidades de emprego por lá.

Publicidade

© fotos: Reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Piebaldismo: a mutação rara que deixa os cabelos como os de Cruela Cruel