Debate

Ex-cantor mirim Kalil Taha é assassinado a facadas em São Paulo

por: Redação Hypeness

Conhecido como um dos ‘Pequenos Brilhantes’ do SBT o ator e cantor Kalil Taha, de 26 anos, foi morto com 20 facadas pelo melhor amigo. De acordo com o Jornal Agora São Paulo, o caso aconteceu no Tucuruvi, bairro da Zona Norte de São Paulo.

O assassinato ocorreu em 30 de maio e foi repercutido no programa ‘Balanço Geral’, da Record TV. A mãe de Kalil, Cláudia, confirmou a morte do filho.

– Namorada de Rafael Miguel desabafa sobre acusações de tirar proveito

A investigação suspeita de crime premeditado

“É muito triste ter que enterrar um filho. Ele foi levado de uma forma cruel, sanguinária. Não quero que a imagem do meu filho seja manchada”.

– ‘Arma de fogo resolveria’, diz Carlos Bolsonaro sobre mulher espancada em encontro

– A capitã de barco alemã que enfrenta 20 anos de prisão por salvar refugiados

Ela revelou que Kaili e o rapaz de 31 anos eram amigos e frequentavam o mesmo grupo de louvor na igreja. O 73º DP afirma que o crime foi premeditado e investigam a possibilidade de Kalil saber algo comprometedor sobre o assassino.

Taha foi projetado por Moacyr Franco e atuou com famosos como Faustão

Taha marcou encontro com o assassino e foi golpeado dentro do próprio carro e depois colocado no porta-malas do veículo. O acusado confessou o crime na delegacia horas depois. O caso está registrado como homicídio simples.

Kalil Taha ficou conhecido criança, quando trabalhou ao lado de famosos. Acumula participações no programa de Moacyr Franco, Faustão, Xuxa, Eliana, Raul Gil e Celso Portiolli.

 

Publicidade

Fotos: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Uruguai aprova fim de privilégios e confirma cortes em aposentadorias de militares