Inspiração

Idosa vendedora de balas de Recife traz em sua história um passado de luta pela democracia no Brasil

por: Vitor Paiva

Enquanto alguns heróis e heroínas que lutaram contra o horror da ditadura militar são reconhecidos e celebrados hoje, outras permanecem um tanto esquecidas, muitas vezes em situação de necessidade. Foram muitos os que ofereceram a própria vida para trazer de volta a democracia para o Brasil, e lutar contra o horror que reinou por 25 anos no Brasil – e uma delas é Dona Margarida, hoje com 87 anos. Vendendo balas em frente a Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), em Recife, Dona Margarida chamou a atenção da usuária Mareilhas, que postou a história não só de Dona Margarida mas também da descoberta dessa história no Twitter.

Tudo começou como uma conversa comum, um interesse da usuária pela senhora que vende balas em sua universidade – e disso ela descobriu uma incrível história de luta pelo Brasil, e hoje de necessidades extremas, que ela contou em sua thread no Twitter.

Publicidade

© fotos: Twitter


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ela criou um rótulo de vinho inspirado na vitória contra o câncer