Debate

Os hypados ‘cafés das lontras’, no Japão, podem não ser tão ‘cool’ para os bichinhos

por: Gabriela Glette


Nos últimos anos uma prática se popularizou no Japão, que é a de deixar lontras soltas nos cafés, para que os clientes possam brincar livremente. Entretanto, é preciso desconstruir esta moda, já que muitos destes animais foram tirados ilegalmente de suas famílias na natureza, para se transformarem em objetos de recreação para os seres humanos.

café lontra japão 1

Mas, se de um lado a Internet alimenta a popularidade e comércio das lontras, existe também uma parcela da população que se preocupa com esta tendência, como o jornalista e ambientalista britânico Aaron Gekoski. Ele é o responsável por produzir o documentário ‘The Truth Behind Otter Cafés’, disponível no Youtube, que tem como objetivo aumentar a conscientização sobre esta prática brutal.

café lontra japão 2

No filme, o jornalista mostra um café que costumava servir queijo para acalmá-los, o que não é indicado para o organismo das lontras. Em muitos destes estabelecimentos, elas recebiam pouco ou nenhum acesso à água, afetando gravemente o seu bem-estar. 

https://www.instagram.com/kotsumate__otter/

A World Animal Protection – organização internacional de bem-estar animal, também reconheceu que o comércio de lontras no Japão é parte de um problema maior, já que elas vêm sendo criadas em outros países asiáticos e abatidas por agricultores por serem “pragas” ou vendidas como animais de estimação aos proprietários de cafés.
Cafés com lontras – onde o objetivo final é a selfie perfeita, é uma prática que pode ser comparada à crueldade animal em circos. Em tempo – animais não são brinquedos, tampouco passatempo para pessoas.

Publicidade

Fotos: Unsplash


Gabriela Glette
Uma jornalista que ama poesia e mora na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Jovem renuncia ao islamismo e comemora liberdade de não ter mais sua vida controlada por homens