Diversidade

Pamela Anderson fala de relação abusiva com jogador campeão mundial 

por: Redação Hypeness


Pamela Anderson desabafou nas redes sobre o fim do namoro com Adil Rami. A atriz acusou o jogador de futebol campeão mundial com a França em 2018 de fomentar um relacionamento abusivo

– Depois de ataque machista, Xuxa sai em defesa de Sheila Melo

A canadense de 51 anos revela ter sido traída e enganada pelo zagueiro do Olympique de Marseille, chamado por ela de ‘monstro’. 

Pamela também acusa o ex-namorado de traição

“É difícil aceitar. Os dois últimos anos da minha vida foram uma grande mentira. Fui enganada, levada a acreditar que estávamos apaixonados. Estou devastada por ter descoberto que ele tinha uma vida dupla. Ele costumava fazer piadas sobre homens que tinham amantes. Ele chamava esses homens de monstros. Mas isso é pior. Como é possível controlar dois corações de mulheres e mentir desse jeito? Tenho certeza de que aconteceu mais vezes. Ele é o monstro. Como eu pude ajudar tanta gente e não ter sido sábia o bastante para ajudar a mim mesma”.

A postagem já ultrapassou 100 mil curtidas. No texto, Anderson afirma que tentou se separar de Rami  inúmeras vezes, mas, segundo ela, os dois acabavam reatando depois de promessas feitas pelo atleta. 

“Ele queria casar comigo, conhecer meu pai. Me sinto devastada após conversar com a ex-namorada dele, pobre mulher. A mãe dos filhos dele. Eu nunca me senti bem em namorar alguém com filhos ainda bebês. Eu queria entender o que tinha acontecido. Como ele pôde deixá-los?” 

– Clipe de Bia Ferreira põe o dedo na ferida do feminismo branco de apartamento

– Idris Elba sobre feminismo no cinema: ‘Só é difícil para homens que escondem algo’


Ela conclui, “ele não falava sobre isso, e eu fiz tudo para incentivar uma aproximação. Me sinto usada, traída e ferida. Mas eu devia ter percebido: ciúmes, a tortura emocional e física… Era tudo um espelho das atitudes dele. Tentei me separar umas 10 vezes. Ele sempre me perseguia e dizia que morreria sem mim, que iria para uma terapia, que não me machucaria de novo”, disparou. 

Rami, de 33 anos, negou as acusações e escreveu em francês, “o término nunca é fácil, ainda mais em uma situação como esta. Emoções podem se sobressair. Eu respeito Pamela e meu amor por ela sempre foi sincero”.

O jogador assegurou que não traiu a atriz. “Nunca levei uma vida dupla. Apenas faço de tudo para manter laços com meus filhos e sua mãe, Sidonie, por quem tenho imenso respeito”. 

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Alunos ocupam sala há dois dias pedindo vagas para transgêneros