Ciência

Pesquisa diz que barriga de cerveja é mais atraente do que tanquinho

Vitor Paiva - 30/06/2019 | Atualizada em - 01/07/2019

As grandes polêmicas da internet costumam gravitar ao redor de temas densos e importantes como a política, conflitos e costumes. Uma nova pesquisa, porém, promete levar os intensos debates virtuais para as barrigas masculinas. Encomendada pela rede de academias norte-americana Planet Fitness, a pesquisa afirma que não só a barriguinha nos homens, a famosa pança, é cada vez mais aceita, como a maioria a considera mais sexy do que uma barriga definida. Em resumo, o “corpo de pai” é mais desejado do que um “tanquinho”.

Um antes e depois com o ator Chris Pratt – com “corpo de pai” e “tanquinho”

E trata-se de uma pesquisa séria, conduzida pela Kelton Global envolvendo 2.217 norte-americanos com mais de 18 anos. Naturalmente que o resultado se aplica ao pensamento dos EUA, mas ainda assim trata-se de uma interessante notícia. A pesquisa vem sendo realizada há três anos e, de acordo com o resultado, 79% das pessoas com o tal “corpo de pai” (um corpo que não é malhado mas também não é especialmente acima do peso) estão satisfeitos com sua forma. 65% dos estudados afirmaram que esse corpo é atraente, 61% disseram ser sexy.

O resultado é especialmente um desdobramento dos efeitos do politicamente correto e de novas maneiras de se pensar, especialmente se considerarmos se tratar de uma pesquisa encomendada por uma academia de exercícios físicos. A ideia é afirmar que a Planet Fitnnes é um ambiente confortável para todo tipo de corpo. “A Planet Fitness está desafiando a todos, e não apenas aos pais, a ficarem confortáveis ​​em sua própria pele e aceitarem os outros por quem eles são”, disse a nota oficial. É claro que, para além de tais opiniões, importante de fato é a saúde, seja o corpo do tipo que for.

Leonardo DiCaprio também entrou na lista

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.