Diversidade

‘Vou ter problema na OAB’, diz ex-advogado de mulher que acusa Neymar

por: Redação Hypeness

O midiático caso que envolve Neymar e uma acusação de estupro virou prato cheio para os programas de fofoca, páginas de jornais e imprensa como um todo. 

O primeiro advogado contratado pela mulher para levar a acusação de abuso sexual contra o camisa 10 da seleção adiante, José Edgar da Cunha Bueno Filho, afirma que deve se explicar diante do Tribunal de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo. Ele admite preocupação com o vazamento na imprensa de troca de mensagens com a então cliente.

Ex-advogado espera cobranças da OAB sobre caso Neymar

“Como essas mensagens apareceram lá eu não tenho nenhuma ideia. É um absurdo eles [imprensa] terem todos aqueles documentos que estavam lá. O fato é que estavam lá, meu nome foi mencionado. Obviamente que eu vou ter problema na OAB. A OAB já está em polvorosa”, disse.

De acordo com o UOL Esporte, não existe nenhuma representação contra o advogado até o momento. Porém, o artigo 72 do Estatuto da Advocacia permite que o órgão abra processo por iniciativa própria.

O debate se intensificou após matéria no Jornal Nacional da segunda-feira (3). O principal jornalístico da Globo mostrou a conversa entre José Edgar e a denunciante, que não teve o nome divulgado. O advogado afirma desconhecer como o conteúdo chegou ao poder de repórteres da emissora.

“Eu fui explicar o que estava acontecendo, não sabia o que ia sair ali. Fiz questão de que não houvesse qualquer tipo de dúvida em relação à minha atuação profissional. Por isso, resolvi me manifestar. Se vai me causar problema na OAB, isso é uma outra história que eu vou lá resolver com eles”, declarou ao UOL.

Na terça-feira (4), o escritório de advocacia que representava a jovem emitiu nota de esclarecimento. Eles afirmam ter convicção de que as provas apresentadas pela cliente demonstram que ela foi agredida por Neymar durante encontro em Paris, no dia 15 de maio.

– Neymar nega estupro expondo imagens íntimas da suposta vítima e é investigado

– “Profundamente preocupados”, diz Nike sobre acusações de estupro contra Neymar

– Por que a chuva de memes com o caso Neymar ameniza a cultura de estupro

Francis Ted Fernandes, um dos sócios do Fernandes e Abreu Advogados, assina o texto e pondera que quem vai decidir sobre se o estupro “ocorreu ou não são as autoridades, que podem ter uma interpretação divergente da nossa”.

Os advogados dizem que embora a suposta vítima tenha alterado a versão, de acordo com eles de agressão para estupro, ela “tem provas da materialidade das agressões sofridas”.

E completam, “a Autoridade Policial e o Ministério Público podem e têm condições de capitular o crime como quiserem: agressão, estupro ou os dois”. A nota é assinada por Francis Ted Fernandes, José Edgard da Cunha Bueno Filho e André Castello Branco Colotto.

Neymar nega e por meio do advogado citou pedido de ‘cala boca’. Em nota, Gustavo Xisto, que defende o atleta, afirma que “na oportunidade foi solicitada uma compensação financeira (‘cala boca’) para que a suposta vítima não relatasse as alegadas agressões às Autoridades Policiais”.

O ex-defensores da vítima repudiam as afirmações e garantem que orientaram a cliente a fazer exame médico particular para comprovar as agressões.

“Nesse ponto se ressalta o absurdo de uma reunião entre advogados ser referida, de maneira torpe, como tentativa de extorsão, ainda mais quando essa reunião só se realizou dado o convite feito pelos representantes de Neymar Júnior. Isso só demonstra que os representantes de Neymar Júnior, sabendo dos fatos, orquestraram uma armadilha com o objetivo de criar um álibi para o seu protegido, em prejuízo da vítima e de seus antigos patronos”.

Publicidade

Foto: Anne-Christine Poujoulat/AFP/Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Primeiro Papai Noel negro de shoppings cariocas faz sucesso em Madureira