Inovação

Apicultor ‘treina’ suas abelhas para fazerem mel com maconha

Vitor Paiva - 25/07/2019 às 15:36 | Atualizada em 26/07/2019 às 10:38

Na juventude, o treinador de abelhas francês Nicolas Trainer viu sua hiperatividade prejudicar sua vida e saúde, e fazer com que ele até mesmo abandonasse os estudos. Para amenizar tal quadro ele começou a usar medicinalmente a maconha – e decidiu combinar esse benefício com sua paixão pela apicultura. Valendo-se da onda de infusões de produtos com maconha e dos diversos comestíveis e produtos derivados da planta lançados atualmente, depois de muita pesquisa e treino, ele agora se tornou o primeiro produtor a ensinar suas abelhas a produzirem mel a partir da resina da maconha.

Assim nasceu a “Cannahoney”, um mel com infusão de maconha produzido de forma totalmente natural – efetivamente pelas próprias abelhas. A ideia de Nicolas foi combinar os benefícios de ambos ingredientes, a maconha e o mel, em um mesmo produto natural, orgânico e saudável.

Esse pode ser o primeiro comestível de maconha totalmente natural a ganhar o mercado – e com a vantagem de não prejudicar em nada as abelhas, já que elas não possuem sistema endocannabinoide – dado comprovado por Nicolas depois de dois anos de pesquisa.

Nicolas Trainer

Ativista pelos benefícios que a maconha medicinal pode trazer à saúde – utilizando sua própria história de vida como melhor exemplo – Nicolas garante que as abelhas podem trabalhar com qualquer linhagem de maconha para criar diferentes tipos de mel com infusão da erva. Ainda falta ao “Cannahoney” a pesquisa que comprove seus bons efeitos medicinais, mas seu sucesso de mercado parece ser uma questão de tempo – das abelhas e dos consumidores.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Canais Especiais Hypeness