Diversidade

Atriz compara Instagram sem likes com abolição da escravidão: ‘Me sinto liberta’

por: Redação Hypeness

O fim provisório dos likes no Instagram gerou debates sobre saúde mental e autoestima. Ana Clara Paim acredita que a medida da empresa norte-americana pode ser comparada ao fim da escravidão. 

– ‘Olhos que Condenam’ nos sufoca ao mostrar como a Justiça desumaniza jovens negros

Para a atriz, escravidão e fim de likes podem ser comparados

A atriz não citou diretamente a Lei Áurea de 13 de maio de 1888, no entanto incomodou os seguidores com uma imagem comparando a data da abolição da escravatura e o fim dos likes no Instagram. “O que era pra fornecer liberdade só nos trouxe de volta à escravidão”.

Não deu muito certo e Ana foi bastante criticada. “Parabéns por comparar um processo histórico violento e doloroso para a população negra com likes. Falta de senso”, escreveu um seguidor. 

– Clyde Morgan, o Filho de Gandhi que nasceu nos EUA, mas aprendeu tudo na Bahia

– ‘Ibaré Lewá’: ensaio fotográfico retrata amizade bonita entre Orixá e natureza

OI?!

A atriz respondeu, “cada era tem sua crise. Não desrespeito nenhuma das duas, diferente do que fez nesse seu coment”. 

Depois da enxurrada de críticas, Ana Clara Paim pediu desculpas “se alguém se sentiu ofendido. Jamais foi a minha intenção. Vou pensar mais na próxima vez antes de postar um texto”. 

E encerrou, “vocês poderiam, por gentileza, parar de me mandar mensagens cada vez mais absurdas? Isso também não resolve nada. Só faz mal pra mim e acredito que pra você”. 

Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Preconceito de moradores contra jovem negro fotógrafo levanta debate sobre racismo