Inovação

Empresa cria versão de casa smart brasileira: Baixo custo e inteira controlada por app

por: Vitor Paiva

Patrocinado por: Shark Tank Brasil

Se hoje em dia para cada produto ou serviço que utilizamos existe um aplicativo capaz de expandir, ampliar e facilitar nossa interação, por que com nossa casa teria de ser diferente?

E mais: imagine que a casa toda fosse uma espécie de app, e pudesse ser controlada remotamente – e que tudo isso fosse tão seguro quanto a mais moderna e inviolável tecnologia de criptografia. No passado isso parecia um roteiro de ficção científica, e até pouco tempo essa realidade era exclusiva aos bolsos mais cheios, mas tudo isso mudou, e agora qualquer uma das mais de 30 milhões de casas conectadas à internet no Brasil podem se tornar casas inteligente – é o que promete o pessoal da WiseHome.

 Pois esqueçam a ideia ultrapassada de que para uma casa ser smart ela precisa ser também uma casa high-tech, super tecnológica e adaptada, ao custo de pequenas (ou imensas) fortunas.

O que faz da WiseHome algo especial é justamente oferecer uma solução simples e segura para transformar uma casa “comum” em uma casa inteligente como que num passe de mágica: basta somente uma caixinha. O sistema “smart” que transforma qualquer casa em uma casa inteligente é instalado através de uma placa simples com chips adaptada às caixas 4×4 ou 4×2 que já temos em casa. A oferta é de baixo custo e eficácia extrema, em uma solução exclusivamente brasileira, controlando sua casa por voz, app e web.

Os tubarões do programa Shark Tank observando a caixinha

Cada placa que a empresa instala em uma das caixinhas é capaz de reconhecer e controlar até 5 circuitos elétricos diferentes, oferecendo até dois dimers de controle por placa. Um dos diversos diferenciais exclusivo da WiseHome é que a tecnologia é capaz de reconhecer o que é cada eletrodoméstico ou aparelho conectado através do consumo de energia e do comportamento de tal consumo – feito fosse um reconhecimento pelo DNA dos aparelhos. Se você quiser controlar seu ar condicionado, a luz da casa, um aparelho de televisão, geladeiras ou câmeras de segurança, tudo poderá ser feito através do app. 

Trata-se de um conceito hoje conhecido como “a internet das coisas”. Estima-se que em cerca de cinco anos, mais da metade das conexões será feita para alimentar justamente essa “internet das coisas”: geladeiras, televisores, termostatos, lâmpadas e câmeras de segurança conectadas à internet para ampliar ou simplesmente otimizar seus funcionamentos – e é isso que a WiseHome melhor utiliza para transformar sua casa em uma casa smart, controlando o ar condicionado, acendendo e apagando luzes, ativando sensores de fumaças ou presença, ou mesmo certificando se determinado eletrodoméstico ficou ligado indevidamente. Tudo isso sem qualquer mudança em infraestrutura ou obra – através de uma instalação que qualquer eletricista comum pode realizar.

 

A simplicidade da caixinha, acima já instalada, e abaixo

Mas a segurança está garantida, pois além de poder nos salvar de situações efetivamente perigosas – como uma chapinha de cabelo esquecida ligada, por exemplo, que poderá ser desligada remotamente através do controle do aplicativo – as informações trocadas para realização desse controle são criptografadas no blockchain, a mais moderna e inviolável tecnologia de criptografia da atualidade. Qualquer informação trocada entre você e sua “casa” está, portanto, assegurada, sem que ninguém possa acessa-las.

A empresa atravessou cerca de um ano e meio desenvolvendo e aperfeiçoando essa solução simples e mais barata para só então começar a planejar a colocação da WiseHome no mercado – e antes de lançar propriamente a solução a equipe da empresa deu uma passadinha no Shark Tank Brasil, o programa onde grandes ideias e produtos podem receber o investimento e o conhecimento de um dos tubarões-investidores. E a nova temporada tem um novo shark: José Carlos Semenzato, empresário que há mais de 20 anos comanda diversas franquias no Brasil.

A passagem da WiseHome pelo programa parece ter sido a comprovação que a empresa precisava para ter certeza de que o caminho é mesmo esse – e de que a sociedade com João Appolinário vai ajudar a garantir esse caminho, pois o pedido de 2 milhões de reais em investimento com que o pessoal da WiseHome chegou ao programa foi transformado em 4 milhões pelas mãos do João. 

A equipe da WiseHome no Shark Tank Brasil

Trata-se, portanto, de um futuro promissor em dobro, transformando casas em smart homes por todo o país. O Shark Tank Brasil vai ao ar no Canal Sony às sextas-feiras, às 22h, com reprise às terças, também às 22hh. Os episódios podem ser vistos também pelo app Canal Sony ou em www.br.canalsony.com.

Adrenalina, suspense e muita emoção.

Abrir o próprio negócio e empreender no Brasil é uma roleta russa de emoções que não é reservada somente para quem está começando. Mas uma coisa é certa: pessoas apaixonadas sempre fazem a diferença.

Negociar com tubarões e mudar vidas: é aí que o Shark Tank Brasil entra, garantindo para os novos empreendedores brasileiros uma chance de decolar com o próprio negócio.

Este conteúdo é um oferecimento do Shark Tank Brasil em parceria com o Hypeness, porque todos merecem a chance de fazer sucesso trabalhando com o que amam. 

 

Publicidade

© fotos: divulgação/reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.


X
Próxima notícia Hypeness:
Homem cego cria bastão que usa Google Maps e sensores para guiá-lo