Diversidade

Estudo aponta com que frequência mulheres hétero fingem orgasmo

Gabriela Glette - 30/07/2019 | Atualizada em - 31/07/2019

Patriarcal e machista, a sociedade fez as mulheres acreditarem que precisam estar o tempo todo agradando seus parceiros. E, obviamente esta prática se reflete também no sexo, já que a maioria das mulheres heterossexuais não consegue dizer que seu parceiro não a faz gozar e elas acabam fingindo orgasmo. Entretanto, a quantidade de mulheres que faz isto é mais alta do que imaginávamos, segundo novo estudo.

mulheres hétero orgasmo 1

Segundo pesquisa feita pelo Archives of Sexual Behavior, 3 a cada 4 mulheres hétero já fingiram orgasmo e isto acontece a cada 3 vezes que fazem sexo. A pesquisa foi realizada com 463 mulheres britânicas com idade média de 38 anos.

mulheres hétero orgasmo 2

O mais interessante é que o estudo encontrou uma ligação entre feminismo e esta prática, já que as participantes que se identificam com os valores feministas assumiram ter mais voz na cama e, consequentemente mais orgasmos.

mulheres hétero orgasmo 4

Conduzida por Emily Harris – da Universidade de Queens – no Canadá, a pesquisa ainda revelou que as mulheres que suspeitam da infidelidade de seu parceiro são as mais propensas a fingir um orgasmo. Isto porque, definitivamente, o orgasmo feminino começa antes de tudo, na cabeça!

Publicidade

Fotos: Unsplash


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Free fire: cantora que defendeu influenciadora de transfobia é ameaçada de morte