Tecnologia

Funcionários da Apple escutam conversas privadas gravadas pela Siri, revela ‘The Guardian’

por: Redação Hypeness

Você é daqueles que acredita ser espionado pelo celular ou notebook? Bom, se depender de reportagem do The Guardian, a tese se confirma. O tabloide britânico diz que Apple, Amazon e Google escutam suas conversas

– Assistente virtual da Amazon grava e compartilha conversa privada de casal

A Apple diz acessar apenas 1% dos registros

Segundo a reportagem, a Apple usa a Siri, assistente de voz, para gravar diálogos privados, relações criminosas e encontros sexuais. A gigante norte-americana se defende e afirma que as conversas são analisadas para promover melhorias na dicção e compreensão da ferramenta. 

Os arquivos, diz o Guardian, são enviados pela Apple para agências e empresas ao redor do mundo. Em condição de anonimato, um funcionário declarou que o recurso de voz é, muitas vezes, ativado sem que o usuário perceba. 

“São muitas gravações de conversas privadas entre médicos e pacientes, reuniões de negócios, transações criminosas e até encontros sexuais. Os registros acompanham data, local da gravação e detalhes dos contatos”, explica a fonte. 

– ‘Black Mirror’ do dia: Google chinês é capaz de clonar vozes em segundos

Os relógios, diz a fonte, também podem gravar sem autorização

A Apple declarou que apenas 1% das conversas são gravadas. “Uma pequena parte dos diálogos precisa ser analisada para melhorar o desempenho da Siri. As análises são realizadas em dispositivos seguros e os responsáveis passam por medidas de segurança confidenciais da Apple”, disse a companhia norte-americana em nota. 

Dispositivos como o Apple Watch e o HomePod, também respondem por gravações frequentes. Em muitos casos, confidencia a fonte, são trechos de 30 segundos, mas que dão “uma boa ideia do que está acontecendo”. 

– Facebook admite que mais de 600 milhões de pessoas têm senhas inseguras

“A quantidade de gravações acidentais com os relógios é enorme. Você pode ouvir um médico conversando sobre o histórico de um paciente. Ou ouvir um carro dando partida e um barulho ao fundo. Dá, definitivamente, para identificar uma situação de tráfico de drogas”, completa. 

Ao contrário de Amazon e Google, que também foram acusadas de ‘espionagem’, a Apple não permite que o usuário desabilite completamente Siri de suas funções. Além dos celulares, a Apple responde por 35% do mercado de smartwatches (relógios inteligentes), aponta estudo da Counterpoint Research. 

Publicidade

Fotos: foto 1: Noam Galai/Getty Images/foto 2: Alex Tai/SOPA Images/LightRocket via Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Conheça a vodka feita de ‘nada’, produzida a partir de energia solar, água e CO2