Diversidade

Goiás aposta em objetificação da mulher para divulgar nova camisa

por: Redação Hypeness

A nova camisa do Goiás quase não apareceu no vídeo de promoção, que preferiu destacar a modelo. O clube esmeraldino foi bastante criticado nas redes sociais, sobretudo por mulheres insatisfeitas com a ação de marketing. 

– Conversamos com as Dibradoras, as minas que deram um bico no machismo pelo amor ao futebol

– Torcida canta músicas em homenagem ao futebol feminino em jogo do Brasil na Copa

O presidente do clube diz que a reação é “falso puritanismo”

São duas modelos, que vestem a camisa do clube e agem de forma hipersexualizada. Os detalhes exaltam o rosto e a maquiagem. O uniforme acaba ofuscado e sequer é mostrado por inteiro. 

O nome do Goiás subiu ao topo dos assuntos mais comentados do Twitter. As críticas, no entanto, não mudaram a postura do presidente do clube, que classificou a reação como “falso puritanismo”. 


– ‘Não estou ocupando nicho’, Ana Thaís Matos fala de futebol e machismo antes de estreia na TV

“Vi maldade, na verdade. Não consegui enxergar excesso ou sexismo. O que vi foi um falso puritanismo. Não teve tanto sensualismo e nem motivo para tanta polêmica. Eu vi um vídeo externando a beleza da mulher goiana que é a uma característica de nosso estado. Não vi exploração de imagem” – declarou Marcelo Almeida ao Globo Esporte.

Publicidade

Foto: Reprodução/Goiás TV


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
5 princesas negras que deveriam estar no nosso repertório