Viagem

Low cost estreia com voos 63% mais baratos para Buenos Aires

por: Redação Hypeness

Companhias aéreas de low cost já são realidade no Brasil. Como mostrou a revista Exame, brasileiros vão poder viajar para Buenos Aires economizando até 63%. A promoção é parte da estratégia da Flybondi – empresa de baixo custo com sede na capital argentina. 

– Companhia de baixo custo vai vender bilhetes para o Chile a partir de R$ 400

Em um primeiro momento, o desconto beneficia passageiros embarcando a partir do Rio de Janeiro nos dias 25 ou 27 de dezembro, com retorno previsto para 1 ou 3 de janeiro de 2020. O pacote sai por R$ 1,2 mil. O valor fica, em média, 400 reais mais barato. 

A Flybondi num primeiro momento, operará a partir do Rio

No último dia 2, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) deu sinal verde para a Flybondi entrar no mercado brasileiro. Os aviões poderão aterrissar e decolar no território nacional a partir de outubro, mas já é possível comprar bilhetes. No primeiro momento, os voos partem apenas do Aeroporto do Galeão (RJ), aos domingos, quartas e sextas. 

Sem luxo 

Como é praxe entre aéreas de baixo custo, o cliente não tem muito luxo durante o voo. A Flybondi cobra tarifas extras para despacho de bagagem – 12 quilos por 75 reais e 20 kg por R$ 100 –  seleção de assento, a partir de R$ 22; check-in no aeroporto, 12 reais, e café a bordo, R$ 4. 

– ‘Se quer levar mais de 10 kg de bagagem, pague, pô’, diz Bolsonaro

Fundador deixa cargo na Norwegian Air depois de 17 anos

A Flybondi é a terceira low cost a operar no Brasil. Sky Airline – apenas com voos para Santiago, no Chile e Norwegian Air, com voos diretos para Londres via Escandinávia, são as outras duas. 

Falando nisso, depois de 17 anos o CEO da companhia norueguesa deixou o cargo. Bjoern Kjos declarou que pretende atuar como conselheiro e se concentrar no desenvolvimento de acordo com a rival EasyJet. 

A Norwegian Air revolucionou o mercado da aviação ao oferecer voos de baixo custo entre Europa, Estados Unidos, América Latina e Ásia. Segundo a CNN, a empresa atravessa momento de crise. Em janeiro, a Norwegian buscou levantar cerca de 350 milhões de dólares para cobrir débitos. 

A saída de Kjos derrubou as ações da companhia em mais de 7% em Oslo. A Norwegian também foi afetada pela crise gerada depois do desastre com o Boeing 737 Max 8 da Ethiopian Airlines, forçando a gigante a manter todos os modelos no chão. Em busca de compensação, a empresa norueguesa calcula prejuízo de US$ 82 milhões em 2019.

Publicidade

Fotos: foto 1: Reprodução/foto 2: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Site procura cachorro para ser crítico de hotéis; entenda