Debate

Mãe diz que blogueira falou sobre suicídio: ‘Não levei fé, não acreditei’

por: Redação Hypeness

Elizabete, mãe de Alinne Araújo, falou pela primeira vez sobre o suicídio da jovem. Ela disse, durante participação no ‘Encontro com Fátima Bernardes, na Globo, que estava ciente das intenções da filha.

“Ela falou comigo que ia fazer isso, mas eu não levei fé, eu não acreditei”, relatou emocionada. 

A mãe segue, “ela falou: ‘Meu mundo acabou, meu mundo acaba aqui’. Eu falei: ‘Não, filha. Você é jovem, linda, tinha duas faculdades’. Eu fiz que não entendi”, concluiu. 

A mãe diz ter ouvido da filha sobre suicídio

– Após morte de blogueira, Whindersson Nunes pede: Não julgue a depressão alheia

Saionara, tia de Alinne Araújo teceu críticas aos comentários negativos recebidos pela blogueira nas redes sociais. A jovem de 24 anos resolveu se casar sozinha depois de ter sido abandonada pelo então noivo, Orlando. 

“Ela estava acostumada com apoio. Os 26 mil seguidores que ela tinha até então, antes do casamento eram todos com mesmo propósito. Pessoas depressivas, que estavam apoiando, que a seguiam por ter o mesmo propósito e doença. Ela não estava pronta para a quantidade de críticas. Tinham pessoas que acusaram ela de ter traído, que é uma inverdade, que ela só queria aparecer, foi muita coisa, foi uma avalanche”

Saionara, no entanto, eximiu Orlando de culpa e citou momentos de instabilidade da sobrinha, que sofria de depressão. 

“Tinha dia que ela falava: ‘Tia, tem dois dias que não tomo banho, não estou nem aí para a minha unha. Não consigo. Só que esses últimos dias ela não estava assim, ninguém espera que na véspera do casamento aconteça um negócio desses. Ele não tem culpa, a gente não quer culpá-lo, é uma pessoa que foi muito boa pra ela. Ele cuidou dela o tempo todo. Mas aquilo foi a gota d’água, já tinha um copo cheio, e [teve] a questão da irresponsabilidade virtual de pessoas que a bombardearam de forma covarde”.

A tia não culpou o noivo e afirmou que sobrinha fazia tratamento

Ainda na conversa com Fátima Bernardes, a tia explicou que a jovem estava em tratamento contra a depressão. “Ela se tratava com psicólogo e psiquiatra, tinha todo um amparo para a saúde mental. Ela sempre sofreu de depressão. “

– Antes dos 3 gols, Cristiane precisou superar depressão e o adeus à Seleção

Odara Marina, escolhida para ser madrinha do casamento da influenciadora digital, disse ao Universa que a amiga sofria de depressão há algum tempo.  

“Ela fez o Instagram para falar de saúde mental e ela tinha muito apoio ali, era acolhida, comentou que os seguidores vinham crescendo rápido. Ela estava com uns 25 mil seguidores em seu perfil pessoal antes disso tudo”, ressalta. 

Alinne Araújo era dona do perfil @sejesincera – criado justamente para debater autoestima e depressão. 

Publicidade

Fotos: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mike Tyson diz que gasta mais de R$ 150 mil por mês em maconha