Arte

‘Abbey Road’, dos Beatles, faz 50 anos e ganha edição luxuosa com raridades

por: Vitor Paiva

Quando os Beatles entraram em estúdio para gravar um novo disco em fevereiro de 1969, estavam decididos a fazer um grande álbum, mesmo que por uma última vez – como se soubessem se tratar de uma despedida. Antes da gravação o clima era pesado e de adeus entre John, Paul, George e Ringo, mas o talento e a mágica que nunca deixou de existir quando se juntavam ainda era insuperável. E assim foi: Abbey Road, o último disco da banda, lançado em 26 de setembro daquele mesmo ano – há quase exatos 50 anos – é um dos melhores, mais bem recebidos e mais vendidos discos de todos os tempos. Com a aproximação desse 50o aniversário, naturalmente que uma caixa especial, comemorativa e cheia de material inédito, será lançada.

Remixada a partir das fitas originais por Gilles Martin – filho do lendário produtor dos Beatles, George Martin – a nova edição de Abbey Road virá com, além das faixas que formam o disco original (como Come Together, Something, Here Comes The Sun, Oh! Darling e Because, entre muitas outras) trará mais 23 faixas extras, de sobras de estúdios, gravações demo e primeiras versões das canções.

A versão da caixa super luxo em CD vem com 4 discos e ainda um livro de 100 páginas em capa dura, com textos e fotos inéditas.

O novo box de Abbey Road será também lançado em vinil – numa caixa com 3 LPs – em uma versão reduzida em CD (com 2 discos) e ainda uma versão standard, somente com o disco original remixado e remasterizado (a ser lançada em LP e CD). Um aperitivo do que virá já foi lançado, com a nova versão de Something, clássico de George Harrison, remixada e ainda uma gravação demo da música, antes da banda realmente terminar o arranjo final.

O lançamento da caixa de Abbey Road está marcado para o dia 27 de setembro.

A lendária capa do disco

Passadas cinco décadas da fase áurea da mais importante banda da história, esse relançamentos de luxo já vem se tornando um evento anual no calendário dos fãs: em 2017 foi o box de Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, lançado originalmente em 1967, e no ano passado foi a vez do Álbum Branco, que ganhou o mundo em 1968 e completou, em 2018, cinco décadas.

Esse é infelizmente um festejo que só poderá durar mais uma edição: em 2020 o último disco lançado (apesar de ter sido o penúltimo a ser gravado) pelos Beatles, Let It Be, é o ponto final do catálogo a ser relançado – pelo menos até 2023, quando Please, Please Me, o primeiro disco da banda, completará 60 anos e, quem sabe, começará tudo de novo.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
A internet se emocionou com encontro nostálgico de Angélica e o elenco de ‘Caça Talentos’