Debate

Âncora da Fox News apoiador de Trump defende Glenn Greenwald: ‘Precisamos dele’

por: Redação Hypeness

Tucker Carlson é um jornalista de direita e funcionário de um dos grupos de mídia mais conservadores dos Estados Unidos, a Fox News. O apresentador, no entanto, gravou vídeo em solidariedade ao colega de profissão Glenn Greenwald. 

– Bolsonaro admite não estar preparado para ser presidente

Em lado oposto, apoiador de Trump defende liberdade de imprensa

“Li com preocupação sobre ameaças do governo brasileiro de punir e até prender o jornalista Glenn Greenwald por causa de suas reportagens sobre profissionais do alto escalão”, disse em vídeo compartilhado no Twitter de Glenn. 

Desde o início de uma série de reportagens publicadas no The Intercept Brasil sobre conversas entre o agora ministro da Justiça, Sergio Moro, e procuradores da Lava Jata como Deltan Dallagnol, Greenwald está na mira do governo federal. 

Em evento no Rio de Janeiro no sábado (27), Bolsonaro ameaçou o jornalista norte-americano, “talvez pegue uma cana aqui no Brasil”. Ele ainda chamou Glenn e o marido, deputado federal David Miranda (PSOL-RJ), de ‘malandros’ por supostamente terem adotado duas crianças para a garantir a presença no país do vencedor do prêmio Pulitzer

– Governo ‘duvida’ de resultado e censura estudo da Fiocruz sobre uso de drogas

Mesmo com visões políticas opostas, Tucker Carlson diz respeitar a integridade de Glenn Greenwald. “Eu o recebi em meu programa várias vezes”, pontuou. 

“A sociedade precisa de liberdade de imprensa, espaço para que jornalistas tenham a liberdade de informar o público sem serem ameaçados ou processados como criminosos.  Poderosos tendem ao abuso de poder, é da natureza humana. Nenhum país pode se estabelecer sem uma imprensa livre”.

Bolsonaro ameaçou Glenn de prisão e o chamou de ‘malandro’

Pivô do conteúdo obtido pela reportagem do The Intercept, Sergio Moro publicou portaria, um dia antes da fala de Bolsonaro, prevendo a deportação de estrangeiros considerados ‘perigosos’ ou que tenham feito ato “contrário aos princípios e objetivos dispostos na Constituição Federal”. 

– The Intercept publica reportagem da Crusoé censurada pelo STF

Carlson insistiu na importância do debate em países polarizados como Estados Unidos e Brasil. 

“O que é perigoso para todos nós, sempre e seja onde for, é permitir que oficiais do governo sufoquem notícias que não gostam. Entendo os motivos das pessoas não concordarem com Glenn Greenwald sempre, eu mesmo não concordo com ele, mas no fim, precisamos dele”.

Apoio pela liberdade de imprensa

A sede da Associação Brasileira de Imprensa, no Rio de Janeiro, ficou lotada. Mais de 3 mil pessoas estiveram em ato de apoio ao jornalista Glenn Greenwald. 

Marcaram presença nomes como Camila Pitanga, Wagner Moura, Chico Buarque e Tereza Cristina, que lembraram do artigo 5º da Constituição Federal, que garante a todos “o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional”. 

Publicidade

Fotos: foto 1: Reprodução/foto 2: Alexandre Schneider/Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
63% dos lares chefiados por mulheres negras está abaixo da linha da pobreza