Diversidade

Após fala contra trans e plus sizes, diretor da Victoria’s Secret renuncia

por: Redação Hypeness


É do Brasil! Valentina Sampaio, guarde esse nome, é a primeira modelo trans da Victoria’s Secret.  A chegada da jovem de 22 anos, nascida no Ceará e quando criança fazia roupinhas de boneca, aponta os novos caminhos de uma marca que luta em aceitar a diversidade.  

– Vídeo mostra modelos da Victoria’s Secret cantando música com insulto racista nos bastidores de desfile

A marca vem sofrendo com perdas financeiras e de audiência

A oficialização veio por meio da própria Valentina, que publicou a notícia na sua conta do Instagram. 

“Nunca deixem de sonhar, gente. A vida é incrível. Ame mais, odeie menos. O ódio não serve para nada, então não perca seu tempo com ele”, celebrou. 

O novo rosto da Victoria’s Secret acumula trajetória de sucesso, com trabalhos nas principais revistas do mundo, como a capa da edição francesa da Vogue e a Elle. Ao BuzzFeed News, ela contou que as coisas nem sempre foram fáceis. 

– Mulheres reais tiram a roupa contra os padrões impossíveis da Victoria’s Secret

“Me sentia muita errada, como se não tivesse direito de estar ali. Quando falaram que eu não seria uma boa imagem para a marca, isso machuca bastante. Depois do que aconteceu no estúdio, minha reação foi sair o mais rápido possível de lá. Me senti sufocada, muito mal”, falou sobre ser retirada de um estúdio por ser trans. 


Bem-vinda ao século 21

Sofrendo com queda nas vendas e nos índices de audiência, a Victoria’s Secret resistiu e muito a ser abrir para a diversidade. Parece que, finalmente, a marca norte-americana entrou de vez no século 21. 

– Suposta angel ‘plus size’ da Victoria’s Secret prova que a marca precisa ser resetada

Ed Razek ficou marcado por declarações preconceituosas

Nem a fala de gente da proporção de Gisele Bündchen pareceu mudar o pensamento retrógrado e discriminatório adotado por gestores da empresa. 

“Estou cansada das imposições. Nós, como mulheres, não deveríamos continuar vivendo em um mundo com esses valores superficiais. Não é justo conosco. É insano física e mentalmente como a sociedade nos impõe como devemos ser”, declarou há algum tempo. 

Pede para sair 

A contratação de Valentina Sampaio já causou mudanças no alto escalão da Victoria’s Secret. Ed Razek, que certa vez garantiu que a marca “nunca teria uma modelo plus ou trans desfilando”, pediu o boné. 

O diretor de marketing da marca de lingeries anunciou a renúncia do cargo e saída da empresa. 

“Foi uma conversa difícil, pois como muitos de vocês sabem, nós dividimos muitas coisas ao longo de tantos anos. Incluindo um amor profundo pelo negócio. Ainda assim, é hora de se despedir”, escreveu em carta publicada pelo jornalista Kim Bhasin.

A presença de Rihanna mudou o mercado de beleza no mundo

– Rihanna torna-se primeira mulher negra a comandar grife de luxo e faz história

A parceria teve início em 1983, mas nos últimos anos Ed enfrentou uma crise financeira sem precedentes, sobretudo pela negação em se atualizar aos novos padrões de beleza. Mais diversos. 

Além de rumores sobre o cancelamento do desfile anual, a Victoria’s deve encerrar operações de 53 lojas na América do Norte. Em contrapartida, a diversidade – de gênero e raça – ganha espaço com trabalhos como da cantora Rihanna, responsável pelas grifes Savage X Fenty e Fenty Beauty. 

Publicidade

Fotos: foto 1: Gotham/GC Images/foto 2: Dia Dipasupil/Getty Images para Victoria's Secret/foto 3: Ian Forsyth/Getty Images para Fenty Beauty


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ela se apresenta no Twitter como ‘acompanhante bissexual aposentada’ e revela seus segredos