Sustentabilidade

Biólogo descreve a Amazônia em chamas: ‘Animais carbonizados e silêncio no lugar do verde’

por: Redação Hypeness

O relato do biólogo Izar Aximoff, divulgado pela BBC Brasil, é de cortar o coração. Embora tenha experiência na recomposição de florestas do Rio de Janeiro atingidas por incêndios, ele garante que o cenário de destruição na Amazônia assusta muito mais do que qualquer fotografia pode traduzir. 

– Os impressionantes registros da NASA sobre a Amazônia em chamas

A perda da diversidade é irreversível

Os sons do movimento de plantas e troncos, ruídos de animais, os cantos dos pássaros e a exuberância do verde dão espaço para o silêncio. Some isso ao cheiro de queimado – de árvores e animais -, a cor pálida da fuligem. A morte. 

“É muito triste ver a floresta totalmente dizimada. Aquele cenário colorido, com flores, sons de animais, pássaros cantando, bichos se movimentando e cheiro de mata dá lugar ao silêncio, a animais carbonizados, a um cheiro de carne queimada, à desolação. Fica tudo preto e você fica sujo com aquele resíduo de carvão”, disse à BBC o biólogo, que é doutor em Botânica pelo Instituto de Pesquisas do Jardim Botânico, no Rio de Janeiro. 

Para biólogos e outros profissionais com experiência em biomas como o amazônico, a perda da diversidade provocada pelas chamas é irreversível. Muitos animais, dizem eles, sequer retornam. 

O incêndio é visto de satélite da NASA

Ardendo há pelo menos três semanas, a Amazônia brasileira perdeu entre 2000 e 2017, uma área maior que o território da Alemanha. São mais de 400 mil km² engolidos pelo fogo, diz estudo da Universidade de Oklahoma publicado na revista Nature Sustainability. 

Fundo Amazônia 

Ambientalistas são unânimes, prevenir sai mais barato do que aplicar multas ou apagar incêndio. Por isso, a provável extinção do Fundo Amazônia pode deixar o cenário ainda mais complicado. 

Ataques do presidente Jair Bolsonaro provocaram a saída da Noruega, país responsável por 93,8% dos R$ 3,4 bilhões doados para a proteção da floresta tropical

Quase extinto, o Fundo Amazônia é vital para proteção

Como mostrou matéria do jornal O Globo, o fundo é vital para o funcionamento de órgãos de fiscalização como o Ibama e a Força Nacional. A floresta amazônica ocupa uma área que passa por Brasil, Peru, Bolívia, Colômbia, Equador e Venezuela. A parte brasileira assusta pelo tamanho, são mais de 5 milhões de metros quadrados. 

Presente em 59% do território brasileiro, se fosse um país, seria o 6º maior do mundo em faixa territorial. A Amazônia está no Acre, Pará, Amapá, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Maranhão, Goiás, Tocantins e claro, Amazonas. O verde responde por 67% de TODAS as florestas tropicais do mundo. 

Publicidade

Fotos: foto 1: Ricardo Funari/Brazil Photos/LightRocket via Getty Images/foto 2: Reprodução/NASA/foto 3: Ricardo Funari/Brazil Photos/LightRocket via Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Greta Thunberg e Leonardo DiCaprio se unem pelo meio ambiente