Ciência

Cientistas recriam essência de perfume supostamente usado por Cleópatra

por: Gabriela Glette

O olfato é capaz de ativar nossa memória e nos relembrar de fatos e pessoas. Quem nunca se pegou recordando de alguém que não está mais aqui, graças a seu perfume? Que tal poder utilizar a mesma fragrância supostamente usada por Cleópatra – uma das mulheres mais conhecidas da história da humanidade?

perfume de cleópatra 1

Tudo começou depois de uma série de escavações realizadas próximas ao Cairo, que podem ter revelado a essência do perfume – considerado o Chanel número 5 do antigo Egito. Segundo Robert Littman – arqueólogo da Universidade do Havaí responsável pela pesquisa, o perfume era uma mistura espessa e pegajosa feita à base de mirra com cardamomo, azeite de oliva e canela.

perfume de cleópatra 2

As pesquisas começaram em 2012, quando os arqueólogos encontraram a casa de um comerciante de perfumes, repleta de ânforas e frascos de vidro. Apesar das garrafas não apresentaram cheiro, foi graças à uma análise química com iodo que foi possível identificar os ingredientes. A equipe ainda não consegue confirmar se a própria Cleópatra utilizava o perfume, mas sabe-se que a fragrância era popular entre a elite da Antiguidade.

perfume de cleópatra 3

Em comunicado, Littman não esconde a excitação pela descoberta: “É uma grande emoção cheirar um perfume que ninguém cheirou em 2 mil anos e que Cleópatra pode ter usado”. Daqui a quanto tempo as grandes marcas de perfume começarão a recriar a fragrância milenar?

Publicidade

Foto 1: reprodução

Fotos 2 e 3: Unsplash


Gabriela Glette
Uma jornalista que ama poesia e mora na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Fóssil de ancestral de tiranossauro é encontrado em cidade do interior do Rio Grande do Sul