Debate

Disney é acusada de roubar ideia de O Rei Leão de outro desenho; frames impressionam

por: Redação Hypeness

Com sua esperada versão em live-action lançada em julho deste ano, o filme “O Rei Leão” voltou a ser palco de uma polêmica. A produção da Disney é acusada de plagiar uma série de animação japonesa chamada “Kimba, o Leão Branco“.

Em 1990, a história de Simba foi anunciada como a primeira animação original Disney, visto que as outras produções do gênero baseavam-se em contos de fadas ou em histórias da literatura. Entratanto, o público e a crítica notou a semelhança com a história de Kimba, anime de 1966 criado por Osamu Tezuka.

Coincidência ou não, Tezuka teria morrido em 1989, época em que que “O Rei Leão” começava a ser produzido. As semelhanças entre a história de Kimba e a de Simba não param no nome: a comparação entre os frames das duas obras é impressionante. Algumas imagens parecem mesmo ter sido copiadas em detalhes.

O anime japonês conta a história de Leo, um leão cujo pai é morto por caçadores e a mãe levada por um navio. Ao ser capturada, ela pede que o filhote volte à África e retome o trono que era de seu pai.

Ambos filmes possuem um vilão bastante parecido. Na produção da Disney, esse cargo é de Scar, tio do protagonista; enquanto em Kimba o papel de malvado é de Claw. Os dois personagens possuem muitas semelhanças físicas, como uma cabeleira escura e uma cicatriz no olho esquerdo.

Kimba x O Rei Leão: lado a lado

Confira outras semelhanças entre as animações que contam as histórias de Kimba e de Simba:

 Veja mais cenas estranhamente parecidas no vídeo abaixo:

Publicidade

Fotos: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Exército dos EUA confirma veracidade de vídeo com OVNI do Pentágono