Roteiro Hypeness

FILE completa 20 anos com homenagem a Leonardo Da Vinci e Bauhaus

por: Gabriela Rassy

O FILE – Festival Internacional de Linguagem Eletrônica – completa 20 anos e, o que começou com a internet como grande novidade, hoje tem todo um campo de plataformas e softwares a serem explorados. De lá para cá as pesquisas mudaram e hoje a mostra apresenta possibilidades de imersão em realidade virtual e até em sensações sobre gravidade.

“A gente resolveu celebrar os 20 anos do FILE, ainda sendo um evento de inovação, olhando para trás”, conta Paula Perissinotto. Ao lado de Ricardo Barreto, ela assina a curadoria dessas duas décadas de festival. “Coincidentemente estavam sendo homenageados neste ano dois ícones da história da arte que também tratavam de inovação: o Leonardo Da Vinci, em seus 500 anos de morte, e a Bauhaus como espaço de inovação, celebrando seu centenário”, explica.      

Logo na entrada da mostra, uma das obras que materializa – ou digitaliza – essa homenagem. A clássica pintura “Última Ceia” ganha novos ares em “The Last Supper Alive” (“A Última Ceia Viva”). Nela, o artista Rino Stefano Tagliafierro, especialista em dar movimento a personagens de pinturas de grandes mestres do Renascimento e do Simbolismo, dá vida aos personagens de um dos afrescos mais marcantes da história da arte. Os participantes da ceia se movem, de acordo com a sugestão da própria pintura de Da Vinci, contando a história.

Quando cheguei era tudo mato

Durante todos esses anos, os curadores viveram a transição da internet discada para a banda larga acompanhando as mudanças nos ambientes de pesquisa. Hoje que todo mundo tem internet rápida à mão, os desafios continuam.

“As ferramentas digitais foram ficando mais acessíveis e outras formas de se utilizar para fins criativos foram surgindo. O grande desafio de buscar o novo ainda é o mesmo do início, por que essas novas plataformas não param de surgir – e para os artistas é um desafio usar a próxima que virá”, diz Paula.

Dentro da realidade virtual, a curadora destaca os projetos “Inside Tumucumaque” e “Das Total Tanz Theater” (“O Teatro da Dança Total”), ambos da produtora alemã Interactive Media Foundation & Artificial Rome.

O primeiro convida os visitantes a se colocarem no lugar de algumas espécies que vivem na área de conservação de Tumucumaque, na Amazônia. Os visitantes podem escolher entre o Gavião Real, o Sapo Flecha, o Morcego-vampiro, a Tarântula Golias e o Jacaré-açu para explorar os sentidos de cada animal enquanto caminham pelo nosso mais precioso e atualmente mais ameaçado ecossistema. Nunca antes se fez tão necessário o pensar na Amazônia.

A segunda obra é um ambiente em realidade virtual com o Teatro Total dos professores Walter Gropius e Oskar Schlemmer, da Bauhaus. Nela, os bailarinos performam com as roupas clássicas criadas na escola, enquanto o espectador flutua entre plataformas, se aproxima e se afasta do corpo de baile. Um lugar privilegiado de ver a apresentação, em meio aos artistas – ainda que virtuais.

Fora do ar

Paula indica ainda a visita à instalação “A Sense of Gravity”, do holandês Teun Vonk. “Você vai experimentar uma imersão individual dentro de uma bolha inflável e sentir a sensação de gravidade zero”, conta. Para a obra interativa, o artista pesquisou como os corpos humanos percebem e reagem à gravidade. Com pinta de máquina do futuro, o espaço abriga uma pessoa que, deitada, tem diferentes sensações da gravidade.

Vale ainda passar pelos filmes em realidade virtual, pelas séries de GIFs animados e ainda pelos games. Os jogos podem ser com os óculos de realidade aumentada ou ainda com brincadeiras com luzes.

Esta edição fica em cartaz até domingo, dia 11 de agosto, com entrada gratuita, no Centro Cultural Fiesp. É uma boa oportunidade para ver o espaço, agora com um cachorro azul gigante em frente ao prédio -tomando o lugar dos patos e sapos da “revolta das panelas” que passaram por ali. Mais simpático, o cãozinho é Bidu e convida todos para a mostra sobre Mauricio de Souza que também ocupa o espaço. Vale e visita.

Publicidade

Fotos: Gabriela Rassy e Divulgação


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Esboços secretos são descobertos em obra de Da Vinci 500 anos após sua morte