Diversidade

Jesuíta Barbosa se assume para apoiar LGBTs, mas ‘a ideia de me colocar como viado ou hétero é limitadora’

por: Redação Hypeness

Capa da revista Vogue, Jesuíta Barbosa falou sem máscaras sobre sua sexualidade. O ator de 28 anos criticou a limitações e imposições de gênero, mas ponderou sobre a importância de fortalecer a comunidade LGBT

“Se for para me colocar em função da comunidade, pode escrever aí, por favor, sou viado”. 

– Foto de topless de Leticia Colin é excluída e pessoas pedem #mamiloslivres

O ator Jesuíta Barbosa

Considerado um nome talentoso da nova geração de atores do cinema, Barbosa citou a obra de David Bowie, imortalizado pela androginia presente na aparência, estética e música. 

“Conscientemente ou não, Bowie representa algo de libertário para todos nós, ele ocupou um espaço de provocação inalcançável”, opinou. 

Ele recorda experiências de liberdade no cinema, como a participação no coletivo transformista As Travestis, no início da carreira em Fortaleza. 

“Experimentar o feminino como transgressão me ajudou a crescer como ser humano. Mas nunca falaria de sexualidade abertamente se não fosse como provocação ou para abrir possibilidades”, pontua. 

Jesuíta, que beijou o ator João Vitor Silva na MTV, critica a relutância e o atraso da sociedade em debater e conviver com a diversidade de gênero.  

“Nossa tentativa de discutir essas questões está num lugar muito retrógrado ainda. Acho, por exemplo, a ideia de me colocar como viado ou hétero limitadora, são como duas caixas pré definidas”

Publicidade

Foto: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Como esse casal hétero se descobriu gay e conseguiu anular casamento