Inovação

Twitter usa memes de usuários como campanha nos metrôs de NY e San Francisco

06 • 08 • 2019 às 22:16
Atualizada em 07 • 08 • 2019 às 10:17
Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

Para promover e divulgar a rede social nos metrôs de Nova York e São Francisco, nos EUA, o Twitter decidiu levar literalmente os próprios tweets reais para os outdoors em sua nova campanha. No lugar de celebridades, paisagens espetaculares, promessas de felicidade ou diversões encenadas, memes reais de usuários na plataforma ganharam as paredes dos metrôs, ampliadas como as verdadeiras estrelas do Twitter.

A campanha se baseou na série de memes “Me On Twitter”, ou “Eu no Twitter”, que compara a postura dos usuários nessa rede social específica, em relação com outras plataformas – principalmente o Instagram. “Eu no Instagram: cozinhando pratos lindos e saudáveis. Eu no Twitter: Sentado pelado na cama, comendo uma caixa de frango frito”, diz um dos memes selecionados. A ideia foi mostrar o Twitter como uma rede social divertida, plena em piadas e bom humor.

Acima, o tweet original; abaixo, já ilustrando a campanha

Além dos cartazes e outdoors, a campanha também aconteceu no ambiente virtual da própria rede. A conta oficial do Twitter não só adicionou os 28 usuários selecionados para a campanha, como deixou de seguir quaisquer outros perfis – incluindo o do próprio presidente da empresa, Jack Dorsey.

Os cartazes mostram também a foto e o nome dos usuários reais, com a devida autorização, que tuitaram os memes – o que os transformou em celebridades da rede social da noite para o dia. 31 tweets foram selecionados para ilustrar a campanha, que acontece até o dia 9 de agosto.

Publicidade

© fotos: divulgação/Twitter


Canais Especiais Hypeness