Seleção Hypeness

4 coisas para fazer enquanto o ‘Rock in Rio’ não chega

por: Redação Hypeness

Vamos direto ao ponto: O ‘Rock in Rio’ é o maior festival do Brasil. Não adianta nem tentar compará-lo com nenhum outro. Nenhum festival nascido e criado em terras brasileiras fez tanto sucesso. O segredo de durar tantas décadas: a qualidade da música e, claro, o ineditismo e a ousadia de trazer tantas figurinhas carimbadas ao país ano após ano.

E aí tem a já conhecida ansiedade para saber quais serão os artistas do ano. Ah, a ansiedade. A angústia foi quebrada com ótimas novidades, como a chegada de Drake e do Bon Jovi, só para ficar em dois exemplos. Dois gigantes da música que dão o tom para o nível de felicidade das quase 700 mil pessoas esperadas para os dois fins de semana de música.

Então: Vem, setembro! 

Mas, enquanto o Rock in Rio não chega, que tal já ir entrando no clima?

Pensando nisso, o Hypeness separou algumas dicas para você ir se preparando para se jogar na vibe do festival. Bora lá? 

1. Som na caixa!

Clássicos são clássicos, não é? Falando nisso, são tantas memórias quando o assunto é Black Eyed Peas, que fica difícil escolher só uma. Nosso coração palpita por ‘Where is the Love?’

Bon Jovi causa sensações densas e mexe com memórias doces. Portanto, tarefa impossível escolher entre Livin’ on a Prayer’ e ‘Bed of Roses’. O sincopado californiano do Red Hot Chili Peppers nos leva, sem revelar a idade, para a adolescência, a pedida é ‘Otherside’

Para já chegar sabendo tudo o que vai tocar nos dias em que você vai ao festival, pince os hits, mas também os chamados undergrounds de seus artistas favoritos. 

O Tinder pensou nisso e criou playlists especiais para o antes e o depois do festival. A playlist ‘Match in Rio’  traz um compilado de clássicos de Janis Joplin, Blondie e Cássia Eller, com sucessos contemporâneos de Paramore (<3) e Pitty. 

Há ainda uma outra playlist para o match que você percebe que é tão parecido com você que vale ir além do date. É a playlist ‘It’s A Friendship‘. Recheando sua amizade colorida com Black Eyed Peas, Drake, Emicida, Ludmilla e um montão de sons da melhor qualidade.

Já abrimos o caminho. Daqui pra frente é com você. Atenção ao dever de casa! 

2. Sonho de ser músico realizado

Não tem nada mais rock’n roll do que montar uma banda com os amigos. Na real, não existe melhor declaração de amor para a música. Já que o Hypeness levantou a bola e você selecionou suas faixas preferidas das atrações do ‘Rock in Rio’, que tal ensaiá-las com os amigos?  

Aqui pra nós, não precisa ser nenhum Flea ou coisa assim. Um celular ou um espelho já resolvem. Se sentir vontade, nos mande vídeos! 

3. Separe o look 

Prepare os looks para sair bonita e bonito no ‘Rock in Rio’. Para quem enjoou do guarda-roupa, o Hypeness  fez uma lista com os 15 brechós para renovar o visual com consciência, estilo e economia #ficaadica. 

Outra boa opção é buscar referências em festivais internacionais. O Afropunk, em Nova York, está dando um banho de estética e colorido, viu gente? Lembre-se, conforto é tudo. 

4. E o date? 

Que tal encontrar sua cara-metade em um festival ou curtir o show de seu cantor favorito agarradinho? Difícil, a tarefa foi facilitada pelo Tinder, que tem uma funcionalidade especial para o ‘Rock in Rio’.

 

 

 

Sim, sua vida vai mudar com a ativação do recurso ‘Festival Mode’. O selo te dá a chance de interagir e flertar com pessoas que pretendem ir ao maior evento de música do Brasil. 

Basta dar sinal verde para navegar entre os fãs das principais atrações e torcer pelo tão sonhado match. Assim, quem sabe, você não desembarca acompanhado no Rio de Janeiro em setembro?

Publicidade

Fotos: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Fim de semana de 3 dias testado pela Microsoft Japão aumenta produtividade em 40%