Agenda Hypeness

Agenda Hype: 29 passeios perfeitos para curtir o 7 de setembro em SP e no RJ

por: Gabriela Rassy

Setembro chegou chegando com uma programação lindona e cheia de festivais, shows, festas, exposições, filmes e aqueles petiscos que a gente ama. Na agenda desta semana, para ninguém sofrer que o feriado caiu num sábado, uma seleção fina e cremosa com os melhores eventos que acontecem em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Destaca que eu gosto, bb! Para quem estiver em SP, a boa é curtir pelo menos um dia de Coala Festival e sua programação explosiva. Dá até para passar no festival do camarão que fica do outro lado do Memorial e garantir o almoço antes da maratona de shows. Vale ainda chegar no III Mulheres na Travessa, no lançamento de Jaloo no Cine Joia e em qualquer boa sala de cinema para ver o perfeito Bacurau.

Em terras cariocas vale chegar junto no Mercado Fundição Sustentável com sua feira agroecológica bem linda. Os shows de Jards Macalé e Djonga também merecem algumas horas da sua atenção, sem deixar de passar pela exposição Museum Of Me no CCBB nem pelo CineFoot, espalhado pela cidade.

Vem na minha!

São Paulo

#fest(a)ival

Coala Festival @ Memorial da América Latina
Dias 7 e 8, das 12h às 23h
R$ 190 para os 2 dias
O line-up do Coala Festival é uma síntese da música brasileira. O festival traz desta vez o show sem defeitos de Ney Matogrosso; a catarse coletiva do Baianasystem; o brega pop de Duda Beat; o pé no peito de Djonga e o remelexo de Elba Ramalho com Mariana Aydar. Rola ainda a apresentação de Letieres Leite e Orkestra Rumpilezz, diretamente de Salvador; da dupla cheia de ativismo formada por Chico César & Maria Gadú; da rainha do Dona Onete; da maravilhosa Josyara; da sensibilidade de Curumin em show com participação de Geovana e Saulo Duarte; o bailão do Afrocidade; além da ciranda nada tradicional do Mestre Anderson Miguel, com participação de Renata Rosa.

Santo Forte @ Laje Pirajá
7 de Setembro, 16h
R$ 90 e dá direito a cerveja à vontade durante toda festa
Você pode até lamentar que o feriado de 7 de Setembro cai em um Sábado esse ano, mas nós estamos aqui para comemorar o fato! rsrsrs O DJ Tutu Moraes e sua Santo Forte invadem a nossa Laje para uma versão especial da festa. O setlist promete não apenas trazer o melhor da música nacional, como também apresentar uma nova cena, misturando ritmos e explorando ainda mais o samba carioca.

#multicultural

III Mulheres na Travessa @ Travessa Roque Adóglio
8 de setembro, domingo, das 13h às 22h
Gratuito
Um evento de mulheres realizadoras que busca promover arte, performance, música, poesia, feminismo, senso comunitário e transformação social através da cultura. Ao longo do dia acontecem roda de tambores, performances, conversas, sarau, shows, banca de publicações, além de comidas deliciosas.

Teatro Oficina e Flávio de Carvalho @ Galeria Almeida e Dale
Sábado, dia 7, 13h
Grátis
A obra multidisciplinar de Flávio de Carvalho (1899 – 1973), expoente do modernismo brasileiro, é homenageada em exposição na Galeria Almeida e Dale. Com curadoria de Kiki Mazzucchelli, a mostra Flávio de Carvalho: o antropófago ideal, em cartaz até 19 de outubro, reúne registros das polêmicas performances do artista, além de pinturas e desenhos produzidos entre 1930 e 1970. Para marcar o período expositivo, o Teatro Oficina faz uma segunda apresentação de trecho da peça O Bailado do Deus Morto. Escrita pelo artista em 1933, a obra discorre sobre a tragédia da morte de deus e apresenta a vida criativa do homem livre de mitos.

#show

Live Olido com Teto Preto @ Centro Cultural Olido
Quinta, dia 5, 20h
R$ 20
Depois do sucesso de seu EP “Gasolina” – música que integrou a trilha sonora do filme “Corpo Elétrico” (2017), de Marcelo Caetano – lançado em 2016, a banda eletro orgânica Teto Preto iniciou uma trajetória por renomados festivais brasileiros. O primeiro álbum, o independente “Preta Preta”, chegou em 2018 com oito faixas autorais. Marcado por batidas fortes, o show “ritualístico” reúne, no palco do Live Olido, Laura Diaz (voz), Loic Koutana (performance), Pedro Zopelar e Savio de Queiroz (sintetizadores e bateria eletrônica) e William Bica (percussão).

Senzala Hi Tech 10 anos @ Casa do Baixo Augusta
Quinta-feira, dia 5, das 19h às 23h
R$ 10
A banda faz um show de comemoração dos 10 anos de carreira, com discotecagem do DJ RM. A banda afrofuturista Senzala Hi-Tech reforça a união do rap com a cultura afro-brasileira em seu primeiro disco “Represença”, que foi lançado no início de agosto em todas as plataformas digitais. Com forte questionamento político e social, a liberdade sonora na construção musical e o tom crítico e de contestação nas letras são as principais marcas do novo projeto do grupo formado por Diogo Silva (atleta olímpico, vocalista e compositor), MC Sombra (vocalista e compositor também integrante do SNJ), Minari (produtor musical e também integrante do SNJ) e Junião (percussionista e cartunista).

Jaloo lança “ft” @ Cine Joia
Sexta, dia 6, 22h
R$ 60 (inteira) antecipado e R$ 80 na porta
Cinco anos depois, Jaloo quis fazer diferente; um disco colaborativo, de contrastes, de interação, focado nos outros. “Cansei de estar dentro de mim mesmo o tempo todo, Percebi que o quanto mais saia da minha cabeça, mais feliz ficava. Quando passei a ouvir o que os outros produtores tinham a dizer as ideias começaram a fluir melhor” – comentou ele. Por isso o ponto de partida de seu segundo álbum, não por acaso batizado de “ft”, abreviação de “featuring” (“com participação de”), foi ter pelo menos um parceiro para cada faixa. As participações, dos mais diversos estilos, são orgânicas, pessoas com quem Jaloo já trabalhou e tem afinidade. “Meu trabalho é biográfico, é o que eu penso, meus anseios, meus desejos, as pessoas que admiro” – explica. Estão lá Nave, Gaby Amarantos, Pedrowl, Dona Onete & Manoel Cordeiro, Lia Clark, Céu & Diogo Strauzs, Mc Tha, BadSista, Lucas Santtana e Jlz.

Marcelle lança discoNeXa @ Sesc Avenida Paulista
Sábado, 7, 17h30
R$ 9 a R$ 30
A cantora sergipana chega ao seu terceiro trabalho, discoNeXa. O álbum traz canções que se fundem entre a música eletrônica e o universo dos cantadores regionais. Nesse ambiente rico, o trabalho flerta com vários ritmos e vai além, mesmo quando trata de questões existenciais, transpassa corpos de forma leve, permite a dança e o sorriso, é pop.

#gastronomia

Festival de Camarão @ Memorial da América Latina
Sábado e domingo, das 11h às 21h
Grátis
Frito, cozido, empanado e com um limãozinho…hummmm! Camarão é tudo de bom, não é mesmo? Então esse vai ser um encontro para os amantes dessa maravilha. E para aqueles que não são muito chegados a camarões, o espaço ainda oferece hambúrgueres, crepes, batatas , sanduíches de porco e de linguiça artesanal, batata espiral, fogazzas, espetinhos, comida mexicana, pastel, yakissoba. Tudo isso acompanhado por cervejinhas artesanais e chopes geladinhos.

 

#arte

Man Ray em Paris @ CCBB
Até 28 de outubro, todos os dias, das 9h às 21h, exceto às terças
Grátis
Esta retrospectiva, apresentada pela primeira vez no Brasil, abrange a imensa e multiforme obra de Man Ray. Conhecido principalmente por sua fotografia, mas também criador de objetos, realizador de filmes e faz-tudo genial, Man Ray chega a Paris em 1921, onde permanece até a Segunda Guerra Mundial e para onde retorna definitivamente em 1951. Foi nessa cidade que sua arte original se desenvolveu e mais repercutiu. Esta exposição elucida, por meio de quase 250 obras, a lenta maturação de Man Ray, bem como apresenta um panorama completo de sua criatividade.

[As lágrimas], 1932, Tiragem moderna © Man Ray 2015 Trust

[As lágrimas], 1932, Tiragem moderna © Man Ray 2015 Trust

Ambiental: arte e movimentos @ MuBE (Museu Brasileiro de Escultura e Ecologia)
Até 3 de novembro | terça a domingo, das 10h às 18h
Grátis
Com curadoria de Cauê Alves, curador chefe do Museu, e Marcia Hirota, diretora-executiva da Fundação SOS Mata Atlântica, a exposição, que reúne trabalhos de 22 artistas, entre desenhos, pinturas, fotografias e instalações que dialogam direta e indiretamente com questões ecológicas, também abrirá espaço para que organizações socioambientais apresentem suas ideias e ações. A mostra tem como objetivo reafirmar o papel do Museu no debate das questões do meio ambiente.

#cinema

Bacurau @ Diversas Salas em SP
Se você ainda não foi, apenas vá! Uma pequena cidade no sertão de Pernambuco desaparece literalmente do mapa, enquanto uma série de assassinatos começam a aterrorizar seus moradores. É a partir dessa ideia que se desenvolve o roteiro de “Bacurau”, o faroeste (ou western) brasileiro de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, vencedor do Prêmio Especial do Júri do Festival de Cannes deste ano.

Cine Acepusp Setembro: O Iluminado @ Acepusp – Consolação
Sábado, dia 7, das 19h30 às 22h
Grátis – a pipoca também!
O próximo Cine Acepusp trará o grande clássico de Kubrick para as telinhas do Pois É Pra Quê, “O Iluminado” (The shining). Lançado em 25 de Novembro de 1980, o filme nos mostra a vida de um homem (Jack Nicholson), contratado para trabalhar como vigia num hotel de luxo, nas altas montanhas do Colorado, durante o inverno. Ele vai para lá com a esposa (Shelley Duvall) e filho (Danny Lloyd). Porém, o contínuo isolamento começa a lhe causar problemas mentais sérios, ao ponto que se torna cada vez mais agressivo e perigoso. Ao mesmo tempo seu filho passa a ter visões de acontecimentos ocorridos no passado, também causados pelo isolamento excessivo.

#cênicas

Circo di SóLadies apresenta Choque-Rosa @ SESC Parque Dom Pedro II
Domingo, dia 8, às 15h
Grátis
O grupo formado por palhaças feministas convida o público para refletir sobre questões de gênero, com muita criatividade e poesia. No dia 8 de Setembro, o Circo di SóLadies apresenta “Choque-Rosa ou Com que Armas Lutamos?”, espetáculo criado a partir da pesquisa sobre a história de mulheres brasileiras e o impacto de seus feitos na sociedade, lidando com a violência gerada pelo machismo e o patriarcado. Utilizando a palhaçaria feminina, as artistas misturam técnicas circenses com a linguagem lúdica e cômica para refletir e alertar para igualdade de gênero, valorizando o protagonismo, o poder e a força da mulher.

Viceral @ Espaço Satyros
7 de setembro a 28 de outubro – sábados e domingos, 18h e segundas às 21h
R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada) – nos dias 7 e 8/9, entrada grátis
Na trama, João Gabriel, faz uma exposição de lançamento de suas obras e lança um livro autobiográfico. Avesso ao contato social, vive recluso em um casarão na Cracolândia. O renomado Jordão, crítico de arte, de difícil trato é escalado para busca uma entrevista com o tal artista do momento. João Gabriel acaba por apresentar seu processo criativo ao famoso crítico de forma visceral e o induz o jornalista a vivenciar seu processo criativo. Seu lado psicológico conturbado é controlado pela solícita e segunda mãe, Alice que o mantém em constante estado de vigília. Entre seu processo criativo, João titubeia ao conhecer Angélica uma usuária de crack que move os instintos mais profundos do artista, e que luta contra sua fúria para poupar a jovem do seu lado mais desumano e cruel.

Leia também:

Rio de Janeiro

#multicultural

Mercado Fundição Sustentável @ Fundição Progresso
Sábado, dia 7, das 11h às 19h
Entrada gratuita
A quarta edição do Mercado Fundição Sustentável – Feira de Cultura e Agroecologia apresenta produtos da agroecologia, arte/cultura, educação ambiental, divulgação científica e tecnológica e propõe a conscientização do público sobre ações em favor do meio ambiente como: consumo consciente e valorização de pequenos produtores locais e agroecologia, entre outros, promovendo ações para a sustentabilidade.

#show

Blastfemme @ Audio Rebel
Quinta, dia 5 de setembro, às 20h
R$ 20
Atenção, ouvidos cariocas que amam uma sonzeira punk rock: a Blastfemme volta ao Rio mais um show de lançamento do álbum “Blastfemme”. A noite conta ainda com um punhado de convidados especiais: Lê Almeida, Laura Lavieri, Carmen Cunha, Gustavo Benjão, Nayana Carvalho, Larry Antha e Luis Queiroz. O álbum reúne dez músicas, compostas pelos seus integrantes – a banda coassina todas as faixas. A maioria fala de relacionamentos, do primeiro ao último suspiro, em várias fases.

Xangai @ Teatro Rival Petrobrás
Sexta, 6, 19h30
R$ 70,00 (Inteira), R$ 55,00 (Promoção para os 100 primeiros pagantes), R$ 35,00 (meia-entrada)

O cantor Xangai vem comemorar no palco do Teatro Rival Petrobras seus 71 anos de vida. Acompanhado do violonista Ricardo Vieira o cantor prepara um repertório com sucessos da carreira, homenageia compositores e artistas que inspiraram seus trabalhos artísticos como Elomar, Bule Bule, Mateus Aleluia, Jacinto Silva, Gordurinha e Jackson do Pandeiro.

Djonga & Filipe Ret + Miatã @ Fundição Progresso
Sexta, 22h
R$ 60 (meia e solidária)
Em sua turnê “Ladrão”, Djonga continua apresentando alguns temas que o acompanham desde o primeiro trabalho, como a posição antirracista, forte crítica social, a religiosidade – com forte presença no segundo álbum – e a paternidade, temática cada dia mais incisiva nas músicas do rapper, tendo em vista que Djonga se tornou pai em 2017. Já Filipe Ret com sua turnê “Audaz”, que leva o mesmo nome de seu último álbum, mira alto e completa a trilogia de lançamentos na carreira solo. “Audaz”, traz um artista maduro, com um pensamento mais coletivo e experimentando sonoridades novas.

Jards Macalé no Festival Levada | Lançamento do LP de Besta Fera @ Teatro Firjan SESI Centro
Sexta, 20h
R$ 20
A emblemática e histórica última capa de disco clicada por Cafi – amigo pessoal de Jards Macalé, e responsável por capas antológicas da música brasileira – ganhou devidas dimensões. A foto, que estampa solitária a capa do novo disco de Macalé, o primeiro de inéditas em 21 anos, chega agora dando cara ao LP de “Besta Fera”, um dos mais elogiados trabalhos lançados em 2019, e já um dos álbuns mais exaltados de toda a carreira de Jards. No palco, Jards apresenta as músicas do novo e aclamado álbum, além de sucessos de sua carreira.

Etnohaus com vida.:. Coconomã @ Etnohaus
Domingo, dia 8, 20h
R$ 20
A Coconomã, grupo de coco que existe desde 2013 e que está em processo de gravação do primeiro disco, vem fazer seu primeiro show na Etnohaus e mostrar suas músicas autorais em seu formato com baixo e rabeca.

#festa

Gira Vinil + Roda de Samba: B.C.B @ Casoteca
Sábado, dia 7, 20h
Grátis
Sábado, feriado da independência vai rolar uma roda de samba especial com ‘Barba, Cabelo e Bigode’. E nos intervalos tem Gira Vinil, tocando sets de sambas, samba-jazz, samba rock, musica baiana e musica negra americana em geral diretamente dos toca-discos de vinil.

Roda de Samba Reggae do Agytoê @ Leviano
Sábado, 20h
R$ 20
O Agytoê é um coletivo que tem como fonte inspiradora o universo musical e performático afro-baiano. Com foco na linguagem do Samba Reggae, visa construir uma forma expressiva própria, porém em continuo diálogo com outras referências estéticas, políticas, sociais e especialmente artísticas. Para isso o grupo se divide em: Banda, Bloco de Carnaval, Oficina e Grupo de Estudo.

Feijoada do Cosme Velho apresenta Pagode do Biro @ Ladeira dos Guararapes
Domingo, dia 8, 13h
Entrada gratuita até 15h (com nome no mural do evento até as 22h do dia 7 de setembro); R$ 15 depois
A casa abre as portas às 13h, com aquela feijoada deliciosa e cerveja gelada. A partir das 14h30 queremos ver geral em volta da roda com a gente! A abertura fica por conta do grupo Samba Pra Roda. E a partir das 18h30, o couro vai comer com a contagiante roda de samba doPagode do Biro. Preparem o gogó, porque a participação de vocês é fundamental no nosso pagode, hein!

#gastronomia

Mondial de la Bière Rio 2019 @ Piér Mauá
4 a 8 de setembro, Quarta e Quinta e Sexta, de 16h às 00h; Sábado, de 14h às 00h e Domingo, de 12h às 21h
A partir de R$ 50
Presente em 3 países, o Mondial de la Bière é o principal festival internacional de cervejas artesanais que harmonizou com o Rio de Janeiro. Sucesso idealizado no Canadá e realizado desde 1994, com edições anuais também na França e no Brasil, o salão reúne fabricantes, distribuidores e importadores de cervejas artesanais e premium. Para reunir tantos apaixonados pela artesanal em um só lugar, as cervejarias apresentam milhares de rótulos para degustação. O Mondial de la Bière dá a oportunidade única de experimentar lançamentos e cervejas inéditas no país, dezenas de food trucks com o melhor da gastronomia e uma diversidade de bandas e estilos musicais.

#arte

Museum of Me @ CCBB
5 a 29 Setembro | Quarta a segunda, das 9h às 21h
Grátis
Em um cubo imersivo, revestido com displays de LCD que materializam a própria existência digital, ocorre a instalação “Museum of Me”. A partir de dados compartilhados pelo usuário nas mídias sociais, a instalação cria e projeta o DNA digital em dezenas de telas de diversos tamanhos. As fotos são acompanhadas de sons, hashtags e leitura de legendas, geradas a partir de inteligência artificial. A cada indivíduo ou grupo de até quatro pessoas, uma nova experiência é construída. A apresentação tem duração de um minuto e pode ser compartilhada nas redes sociais dos visitantes. Ao fim da exibição, fica a sensação de que poderia ter sido um sonho.

Exposição: ArtSonica Residência Artística @ Oi Futuro
6 a 15 de setembro – terça a domingo, das 11h às 20h
Grátis
O Oi Futuro inaugura, na terça-feira 6 de agosto, a exposição ArtSonica Residência Artística, que levará aos visitantes o ineditismo de criações que ligam tecnologia e arte nas suas mais diversas formas, fruto de estudos, investigações de campo, observação do cotidiano e ideias inovadoras vindas de nove residentes do projeto.

#cinema

10º CINEfoot – Festival de Cinema de Futebol @ Estação Net Botafogo, CCBB, CCJF, Cine Arte UFF e Cine Guadalupe
5 a 10 de setembro
Grátis
O festival de cinema dedicado ao futebol dá o pontapé inicial para a sua décima edição. Dos 44 títulos que integram a programação no Rio de Janeiro, 24 filmes são brasileiros e 20 internacionais. O Peru é o país convidado e terá uma sessão especial de homenagem no dia 7/09, sábado, às 19h, com exibição de dois filmes peruano.

#cênicas

Pouco amor não é amor @ Teatro Poeira
3 a 25 de setembro, terças e quartas, às 21h
R$ 60 (inteira), R$ 30 (meia)
Reunindo contos escritos em 1953 e 1954, o livro “Pouco amor não é amor” foi publicado em 2002 pela Companhia das Letras, na Coleção Baú de Nelson Rodrigues. Oscilando entre o trágico e o patético, os contos do livro desenham uma radiografia das relações amorosas cariocas dos anos 1950. Esta incursão pelas relações amorosas do Rio de meados do século XX forma um todo coerente, que retoma a experiência do repórter policial que Nelson havia sido. Os textos também aprofundam um traço de sua obra que já se transformara na marca do estilo e da visão de mundo do autor: a percepção ao mesmo tempo trágica e patética da alma humana.

Publicidade


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Após esgotar, exposição de Friends em SP tem novo lote de ingressos liberados