Arte

Artista suíço transforma vidros rachados em incríveis retratos

por: Vitor Paiva

O que seria mera destruição, nas mãos de um artista e sua técnica, transforma-se em obra de arte. Com um martelo e um cinzel diante de uma vidraça, o suíço Simon Berger é capaz de transformar rachaduras (e restos de qualquer material) em belos retratos.

E não só: tudo que é considerado resíduo, resto, lixo para a maioria de nós – como madeira, lataria e outros materiais – para Berger é matéria-prima de sua arte. Utilizando suas origens como carpinteiro para trabalhar a madeira, mas hoje tudo que Simon vê é arte em potencial – inclusive a destruição.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Muito além de ‘Tapa na Pantera’: a importância de Maria Alice Vergueiro, falecida aos 85 anos, para o teatro