Debate

Câmara cita religião para suspender arrastão de quarta-feira no carnaval de Salvador

por: Redação Hypeness

A Câmara Municipal de Salvador adotou medida que deve causar muita polêmica. Por motivos religiosos, vereadores soteropolitanos aprovaram a suspensão do arrastão da Quarta-feira de Cinzas, tradição de 24 anos da cidade. 

Folia em Salvador

– Conheça a Katuka, loja de Salvador onde empoderamento negro, literatura e moda se unem

Segundo a Folha de São Paulo, o projeto veta qualquer tipo de atividade carnavalesca a partir das 5h da manhã de quarta. Algo impensável diante da quantidade de pessoas que procuram a folia da metrópole baiana. O PL ainda depende da sanção do prefeito ACM Neto (DEM), que tem até 15 dias para tomar uma decisão. 

Quem é o autor? 

A ideia ‘genial’ de suspender o carnaval na Quarta-feira de Cinzas por motivos religiosos é do vereador Henrique Carballal (PV). Ele argumenta que a data representa o início da Quaresma e por isso não pode ser palco de uma festa profana

– Fotógrafa baiana cria série para exaltar a beleza da religião de matriz africana no Brasil

Para quem não sabe, a Quaresma, diz a tradição Católica, é um período dedicado ao resguardo. Ela acontece durante 40 dias e antecede a Páscoa. 

Carballal conversou com a Folha de São Paulo e justificou a medida. “Não sou nenhum fundamentalista religioso, gosto do carnaval. Mas o que vinha acontecendo era um exagero”, salienta. 

O carnaval de Salvador movimenta bilhões e gera empregos

O arrastão é uma instituição da Quarta-feira de Cinzas de Salvador. A data criada em 1995 por Carlinhos Brown é um respiro e também oportunidade para a diversão de trabalhadores, como ambulantes, que não conseguiram curtir os outros dias de folia. 

O desfile recebe nomes de peso como Léo Santana, Psirico, Ivete Sangalo, Daniela Mercury e o próprio Brown.  Resta ver o que o prefeito de Salvador vai decidir.

Economia 

Ponto alto do calendário de Salvador, o carnaval movimentou R$ 1,8 bilhão em oito dias de festa em 2019. A alta de 3,3% em relação ao ano passado foi divulgada pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), órgão da prefeitura de Salvador. 

O setor hoteleiro também saiu ganhando em 2019. A ocupação dos hotéis atingiu 95%, sendo 100% em regiões próximas ao circuito Barra-Ondina ou do Campo Grande.

Publicidade

Fotos: EBC


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Taís Araújo revela ter sofrido 2 abortos e reflete sobre novela: ‘Sofri’