Matéria Especial Hypeness

Conversamos com o brasileiro criador dos efeitos visuais de ‘Detetive Pikachu’

por: Kauê Vieira

Cosmopolita por natureza, São Paulo recebe alguns dos profissionais dos maiores estúdios e empresas de entretenimento do mundo. É uma gente capacitada e indispensável para o sucesso de produções do cinema games, publicidade, arquitetura, design, produção musical e por aí vai. 

– Conversamos com o estilista responsável pelas roupas de ‘Pantera Negra’

Caso de Fellipe Beckman, maranhense radicado no Canadá e uma das mentes do 3D  mais requisitadas da atualidade. Ele conversou com o Hypeness sobre a responsabilidade de comandar a criação dos efeitos visuais de ‘Detetive Pikachu’ e a expectativa de participar da ‘Unhide Conference’. 

‘Detetive Pikachu’ é um fenômeno do cinema

Felipe trabalha como Lead Environment Generalist na MPC, um dos maiores estúdios de VFX do mundo. Com passagens pelos mercados do Brasil, Argentina e China, ele comenta sobre os desafios de fazer parte de um projeto que mexe com a memória afetiva de tanta gente. 

“Por se tratar de personagens cuja fan base é muito grande, torna-se algo muito delicado. Particularmente, não tive contato com o departamento que estava trabalhando nos personagens. Nosso trabalho maior foi cuidar dos cenários do filme, Ryme City entre outras sequências. Mesmo assim, todos tinham o peso da responsabilidade de entregar algo que os fãs pudessem gostar. O filme foi bem aceito e todos da equipe tivemos a sensação de dever cumprido”

‘Detetive Pikachu’ não só caiu nas graças das pessoas, como se tornou o filme baseado em jogo mais lucrativo do mundo. O primeiro live-action da franquia ‘Pokémon’ quebrou a banca e acumolou mais de 286 milhões de dólares mundialmente, diz o site Box Office Mojo. 

– Filme live action de ‘A Dama e o Vagabundo’ tem elenco com cachorros resgatados

Cifras altas, salas cheias e interesse público batendo no teto. O live-action é a grande a aposta da indústria do cinema, sobretudo nos Estados Unidos. Só em 2019, a Disney apresentou versões com ‘personagens de verdade’ de clássicos como ‘O Rei Leão’ e ‘Aladdin’. A expectativa agora é com ‘A Dama e o Vagabundo’. 

Um brasileiro esteve à frente dos efeitos visuais do live-action

Felipe Beckman credita a explosão do live-action ao trabalho de gente como o diretor James Cameron, responsável por uma das produções mais tecnológicas do século 21, ‘Avatar’

Não poderia responder sem mencionar dois filmes, ‘Avatar’ e ‘Senhor dos Anéis’, esses são filmes que não teriam o mesmo impacto sem o auxílio da tecnologia e, com o avanço da mesma, se tornou “fácil” recriar mundos que antes pareciam ser impossíveis. Eu posso dizer que o principal fator é que esses filmes dão muito dinheiro para os estúdios, a Disney é um ótimo exemplo.

Artes visuais e incentivo 

O mercado de efeitos visuais está atrelado ao aumento da produção cinematográfica. Embora tenha alcançado destaque em festivais conceituados como em Veneza e Cannes, o cinema brasileiro ainda sofre com orçamentos capengas. 

– 12 atores e atrizes que são militantes da causa LGBTQI+

Produções de grandes estúdios como a O2 consomem coisa de 10 milhões de reais para colocar no ar um filme como efeitos visuais de qualidade. O investimento ajuda também a preencher postos de emprego e auxilia no crescimento econômico. Um modelador generalista, por exemplo, grande entre 3 mil a 15 mil reais. 

Para o artista de efeitos visuais de ‘Detetive Pikachu’ falta investimento e novas ideias. 

“Temos grandes nomes como Vetor Zero, O2 entre outras grandes empresas que produzem efeitos visuais em nível altíssimo de qualidade. Eu não tenho muito respaldo pra falar do cenário no Brasil pelo simples fato de estar fora do Brasil há muitos anos. Porém, eu acho que o Brasil precisa de investimento, ideias novas e, principalmente, apoio do público. O brasileiro tende a valorizar muito mais o que vem de fora, diferentemente do cinema indiano, por exemplo, que não tem medo de arriscar em ideias e o público dá suporte. Resumindo: eu acho que falta investimento”, analisa.  

Felipe fala sobre ‘Detetive Pikachu’ no maior evento de artes visuais da América Latina

Daí a importância de iniciativas como a ‘Unhide Conference’, que acontece em São Paulo entre os dias 27 e 29 de setembro. O maior festival de arte digital da América Latina propõe mais de 100 horas de conteúdo e conta com a presença de 50 palestrantes, como o próprio Felipe Beckman e Marti Romances – designer de animação 3D de ‘Vingadores: Ultimato’.

“[O evento é] Muito importante para a comunidade pelo simples fato de poder interagir com um artista em quem você se inspira. Eu sei que no ‘Unhide Conference’ você consegue ter contato direto com eles. Sem dúvidas serve como uma grande fonte de inspiração. Eu, pessoalmente, tenho certeza que voltarei mega inspirado do evento e espero poder motivar pessoas que têm histórias semelhantes com a minha. A Unhide Conference vai ser muito bacana, estou contando os dias”, conclui. 

Saiba mais sobre a ‘Unhide Conference’ no site: www.unhideconference.com

Publicidade

Fotos: Reprodução


Kauê Vieira
Nascido na periferia da zona sul de São Paulo, Kauê Vieira é jornalista desde que se conhece por gente. Apaixonado pela profissão, acumula 10 anos de carreira, com destaque para passagens pela área de cultura. Foi coordenador de comunicação do Projeto Afreaka, idealizou duas edições de um festival promovendo encontros entre Brasil e África contemporânea, além de ter participado da produção de um livro paradidático sobre o ensino de África nas Escolas. Acumula ainda duas passagens pelo Portal Terra. Por fim, ao lado de suas funções no Hypeness, ministra um curso sobre mídia e representatividade e outras coisinhas mais.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Artista russo se equilibra nas paredes para destacar as questões sociais de seu país