Sustentabilidade

Designers criam máquina que faz suco e imprime copos com casca da laranja

por: Gabriela Glette

A Itália produz cerca de 2 milhões de tonaladas de laranja todos os anos, sendo considerada um dos maiores produtores mundiais da fruta. A maior parte destas laranjas acaba virando suco, então você já parou para pensar para onde vai esta imensa quantidade de casca, assim como outros resíduos? Uma empresa italiana acaba de criar uma máquina incrível e inovadora, que é um ótimo exemplo de desperdício zero, já que produz sucos e imprime copos com a casca.

máquina suco de laranja 1

Batizada de “Feel the Peel” – a máquina mede 3 metros de altura e comporta até 1.500 laranjas por vez. Projetada pela Carlo Ratti Associati em parceria com a empresa ENI, no momento ela está em exposição em um evento na cidade de Riminin e será apresentada em vários outros locais públicos do país. O funcionamento é simples: a máquina separa 2 metades da laranja, espreme o suco e conduz as cascas por um tubo, que vão se acumulando em um compartimento.

máquina suco de laranja 2

Em seguida, os resíduos são secos, moídos e misturados com ácido polilático (PLA), dando origem a um material bioplástico. Este último é aquecido e derretido, transformando-se em filamento para impressão dos copos.

máquina suco de laranja 3

Inovadora e essencial nos dias de hoje, o idealizador Carlo Ratti, explica o princípio da economia circular: “Tentamos mostrar a circularidade de maneira muito tangível, desenvolvendo uma máquina que nos ajuda a entender como as laranjas podem ser usadas para muito além do suco. As próximas interações podem incluir novas funções, como impressão de tecido para roupas usando cascas de laranja”.

Produção de laranja no Brasil

O Brasil é o maior produtor mundial de laranja, sendo que o estado de São Paulo responde a mais de 30% de toda a produção do país. Produzimos cerca de 17 milhões de tonaledas todos os anos, muito mais do que qualquer outro país. Isto significa que mais de 60% de todo suco de laranja consumido no planeta vem do Brasil, o que não é pouco.

Publicidade

Fotos: Nicola Giorgetti


Gabriela Glette
Uma jornalista que ama poesia e mora na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ação contra desperdício quer que você repense seu Prato Feito