Inspiração

Ele perdeu sua Kombi, mas conseguiu um lugar para morar graças à ajuda dos amigos

por: Gabriela Glette


A história de Jonas é a história de muitos brasileiros que lutam para ter onde morar. No entanto, nem todos têm a sorte de ter bons amigos como ele. Ex-morador de rua – onde ele viveu por mais de 30 anos, com muito suor ele acabou conseguindo comprar sua Kombi, carinhosamente apelidada de ‘kombosa’. Era através deste carro que o homem garantia seu sustento, com a coleta de recicláveis. Porém, a Kombi quebrou e sem ter como trabalhar, o dinheiro acabou e ele precisou sair de sua casa alugada. O jeito foi viver na kombosa, mas não por muito tempo!

kombosa do jonas 1

Figura conhecida e querida no bairro onde mora na cidade de São Paulo, o empresário Bruno Saraiva enviou a história de Jonas ao site Razões para Acreditar, que criou uma vaquinha online para que ele pudesse comprar um novo automóvel e voltar a trabalhar o quanto antes.

kombosa do jonas 2

Foi graças à uma rede incrível de pessoas emocionadas pela sua história, que hoje Jonas voltou a ter onde morar e pôde comprar uma nova Kombi. Pessoas do país inteiro enviaram móveis, alimentos, roupas, mais de 28 mil reais através da vaquinha online e, – o mais importante: amor.

kombosa do jonas 3

Sem poder conter a emoção, ele confessa: “Agora é preparar o coração, que a Kombi mais nova é realidade! Em breve vocês vão me ver no trânsito de SP, de um lado para o outro. Sem vocês essa conquista não seria possível!”.

https://www.instagram.com/kombidojonas/

Publicidade

Fotos: Instagram


Gabriela Glette
Uma jornalista que ama poesia e mora na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Fogaça posta foto da filha, que se trata com canabidiol, em pé pela primeira vez