Debate

Felipe Neto lembra a Carlinhos Maia as consequências de sua fala sobre suicídio

por: Redação Hypeness

No mês mais importante do ano para a prevenção do suicídio, o setembro amarelo, Carlinhos Maia resolveu chamar de “imbecis” adolescentes que tentam tirar a própria vida. 

Entre inúmeras manifestações estarrecidas com a declaração, Felipe Neto relembrou Maia do artigo 122 do Código Penal. O youtuber publicou um trecho nas redes sociais. 

“Induzir alguém a suicidar-se ou prestar-lhe auxílio para que o faça. Pena – reclusão, de dois a seis anos, se o suicídio se consuma; ou a reclusão, de um a três anos, se da tentativa de suicídio resulta lesão corporal de natureza grave”. 

Afinal, o que disse Maia?

Carlinhos Maia é seguido por cerca de 16 milhões de pessoas. O humorista gravou vários vídeos no Stories do Instagram para reclamar das mensagens de jovens que pensam em cometer suicídio. 

“Você achava mesmo que ia ser fácil? Eu vejo meninos aqui com 16 anos me mandando ‘eu quero me matar. Vai, ô imbecil. Vai se matar porque você nem começou a vida ainda”, disse ele no vídeo.

Ele ainda completou,  “venha perguntar para uma mulher de 75 anos que até hoje trabalha, que até hoje sustenta os netos, venha perguntar se ela se matou com 16 anos? Eu não sei os seus motivos, mas eu sei os dela”. 

– 47% dos brasileiros não sabem o que é depressão, mostra pesquisa

A repercussão, óbvio, foi negativa. Carlinhos, no entanto, não vê nada demais na sua fala. Ele ainda acusou um grupo de seguidores de ter editado o conteúdo. 

“Fui dormir completamente despido de qualquer culpa. Vou postar o vídeo completo, porque passaram só um pedacinho. Em momento nenhum eu estava incitando nada. O assunto não era depressão, era gente que quer desistir na primeira pancada e cobiça o que é do outro. Eu estava falando de um todo, de quando as pessoas mal começam a vida e levam um tombo. Não quem tem distúrbios psicológicos”

Maia ressaltou que recebe vídeos de seguidores celebrando a cura da depressão. 

“Graças a Deus que eu tenho pessoas que salvaram essa reflexão e me mandar na íntegra para mostrar que em momento algum eu falei sobre depressão, que não incitei ninguém a nada. Eu sou uma das pessoas que mais recebe vídeo falando que se curou da depressão [por minha causa]. Eu incomodo, fazer o que?”, finalizou. 

– Com alegria e sem caretice, Amanda Ramalho desmistifica saúde mental no Esquizofrenoias

Lembrando que depressão é problema de saúde pública. Quem diz isso é a Organização Mundial da Saúde (OMS), que coloca o Brasil como o país com a maior incidência de casos na América Latina. São 11,5 milhões de brasileiros depressivos. 

Um dos desdobramentos da depressão, o suicídio foi a segunda causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos em 2015. 

Publicidade

Foto: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
#OndeDói: Mulheres usam hashtag para expor abusos médicos