Estilo

Filho de Mick Jagger e Luciana Gimenez dá aula de lucidez e sexualidade: ‘não me afeta’

por: Yuri Ferreira

O youtuber Lucas Jagger, filho do cantor Mick Jagger com a apresentadora Luciana Gimenez, foi questionado sobre a sua sexualidade durante o ‘Rock In Rio’ 2019.

O jovem, de apenas 20 anos de idade, abriu o jogo sobre a sua sexualidade após ser questionado ao aparecer no festival com unhas pintadas. “Todo mundo me pergunta sobre isso. Não sou gay. Mas as pessoas pensarem que sou também não me afeta. Pintar as unhas e o jeito que me visto não interferem na minha sexualidade”, afirmou ao UOL.

Lucas mostra suas unhas durante o ‘Rock In Rio’

As críticas nas redes sociais não foram o suficiente para afetá-lo: “Não tem nada demais nisso. Saiu em tudo quanto é lugar. Contaram até para minha mãe e tudo. Pintei semana passada. Acho normal”.

– Mattel lança bonecas sem gênero e com estilo personalizável

Muito além das unhas, Lucas foi elogiado pelo look desconstruído.

Não foi a primeira vez que Lucas posou com as suas unhas pintadas. No início desse mês, ele apareceu no Instagram da cantora Simaria exibindo esmaltes pretos. Seu pai, Mick Jagger, não estranhou e disse que fez muito disso na sua juventude. E não mentiu

Não é só ele

Além de Lucas Jagger, outros jovens e adolescentes da nova geração também já deram uma aula de como lidar com o preconceito e como abordar a diversidade sexual de maneira positiva. O Hypeness mostrou o filho do jogador Magic Johnson, que questiona com estilo e irreverência os padrões de gênero.

“Sou perguntado se sou uma menina ou um menino com muita frequência. Eu só digo: ‘sim'”, afirmou EJ Johnson, que tem 25 anos.

EJ Johnson, filho do ex-jogador Magic Johnson, não liga para padrões de gênero

O filho do ator americano Will Smith, o cantor e ator Jaden Smith, de apenas 17 anos, também quebrou padrões ao estrelar uma campanha de roupas femininas. Em uma ação para a Louis Vuitton, Jaden demonstrou ousadia e não se prendeu a estereótipos.

Jaden acredita que peças de roupa não tem gênero

Não é de agora a luta do rapper contra padrões de gênero na moda. Tanto ele, quanto sua irmã, Willow, sempre questionaram esses modelos. No seu Instagram, o jovem afirmou, “fui à TopShop comprar algumas roupas de garotas. Quer dizer, ‘roupas’.”

 

 

Publicidade

Fotos: foto 1: Reprodução/Instagram/foto 2: Reprodução/Instagram/foto 3: Reprodução/SBT


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @yurifen.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Empresa vende “tênis que Jesus usaria” por R$ 12 mil e esgota estoque em minutos