Inovação

Homem cego cria bastão que usa Google Maps e sensores para guiá-lo

por: Vitor Paiva

O melhor uso que podemos retirar dos avanços tecnológicos é aquele que melhora e facilita a vida dos que mais precisam. E se o cotidiano dos deficientes visuais é também o de lutar contra um mundo de obstáculos, muitas vezes com nada além de um bastão, uma nova invenção promete revolucionar a vida dos que não enxergam através justamente do uso mais nobre e eficaz das novas tecnologias.

Trata-se do WeWalk, um bastão eletrônico que utiliza sensores ultrassônicos, um punho vibrador, assistentes de voz e até o Google Maps – com o bastão alinhado ao smartphone do usuário através do Bluetooth – para proteger os deficientes visuais de objetos e obstáculos baixos, principalmente localizados abaixo da altura do peito.

O WeWalk, apelidado de “bastão smart revolucionário” utiliza também alto-falantes embutidos, para comunicar de locais próximos e destinos além de maiores detalhes de um trajeto.

A ferramenta pode ser carregada por USB

“Hoje nós falamos sobre carros voadores, mas os deficientes visuais seguem utilizando somente uma bengala simples”, disse Kursat Ceylan, fundador e CEO da WeWalk, ele mesmo um deficiente visual. “Como uma pessoa cega, quando estou em uma estação de metrô eu não sei qual saída é a minha, que ônibus está se aproximando, ou quais lojas estão ao meu redor. Esse tipo de informação pode ser fornecida com o WeWalk”, disse.

Kursat Ceylan, fundador e CEO da WeWalk

Segundo Ceylan, seu trabalho para desenvolver o “bastão smart” se deu para justamente utilizar as mais modernas tecnologias no desenvolvimento de uma ferramenta que realmente melhorasse a vida dos que não enxergam. A startup de origem turca já está vendendo o WeWalk por US$ 500,00, e o desejo é que o sucesso da ferramenta permita novas parcerias que melhorem ainda mais os serviços oferecidos assim como suas possibilidades de navegação.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
4 coisas para fazer enquanto o ‘Rock in Rio’ não chega