Diversidade

Pais são impedidos de cremar filha trans com nome social no DF

por: Redação Hypeness

Uma casal do Distrito Federal não conseguiu cremar a filha transexual usando seu nome social, Victoria. O pedido foi negado pela 2ª turma Cível do Tribunal de Justiça do DF. A desembargadora Carmelita Brasil, relatora da apelação, ressalta que o pedido pode ser feito apenas pelo indivíduo. Com informações do G1. 

– Após 28 anos, OMS deixa de considerar transexualidade transtorno mental

“Com exceção dos casos previstos em lei, os direitos da personalidade são intransmissíveis e irrenunciáveis, não podendo o seu exercício sofrer limitação voluntária”, se manifestou. 

Victoria tinha planos de mudar o nome

Acontece que Victoria, de 18 anos, morreu em janeiro.  Os pais argumentam que a jovem iniciou o tratamento hormonal em dezembro de 2018 e a mudança de nome estava nos planos. Não deu tempo. 

A insensibilidade tem um preço e Alessandra Marques Jugnet e Pablo Nogueira Grossi, pais de Victoria, vão ter que enterrá-la com o nome de batismo, Victor Luca Jugnet Grossi. 

O casal declarou ao G1 que irá continuar na luta por se tratar de uma “batalha social”

“Mudar o nome é uma forma de dar uma certa paz para ela. Se eu conseguir, onde a Victória estiver, ela vai estar mais feliz”, disse a mãe, Alessandra, ao portal. 

Nome social 

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, em março de 2018, que a alteração do nome social dispensa autorização judicial, laudo médico ou comprovação de cirurgia de redesignação sexual. Os ministros citaram o princípio de dignidade humana

– Criador de terapia que prometia ‘cura gay’ admite ser homossexual

Para fazer a alteração de nome e gênero pessoas transexuais precisam comparecer, sem a presença de advogado, em um cartório de Registro Civil de Pessoas Naturais (RCPN) do Brasil. 

Publicidade

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Seleção alemã não vai mais jogar em países que discriminam mulheres; Brasil tem amistoso na Arábia Saudita