Debate

Proibido de sair do Brasil, Ronaldinho Gaúcho se torna embaixador do turismo

por: Redação Hypeness

Ronaldinho Gaúcho foi nomeado embaixador do turismo. Mesmo com o passaporte apreendido, o ex-jogador teve o cargo anunciado pela Embratur na quinta-feira (5). 

O antigo camisa 10 da seleção brasileira deve ajudar em campanhas de fomento ao turismo. De forma voluntária, acrescenta o órgão. No Facebook, a Embratur destacou que a missão do ‘bruxo’ é “recuperar nossa imagem internacionalmente”.

Ronaldinho Gaúcho, novo embaixador do turismo, com Jair Bolsonaro

– ‘Brasil não pode ser país do mundo gay. Temos famílias’, diz Jair Bolsonaro

Acontece que Ronaldinho Gaúcho não pode viajar para países que exijam a apresentação de passaporte. O documento do ex-Barcelona está retido em função de condenação por danos ambientais

O processo de 2015 inclui seu irmão, Assis. Os dois são acusados pela Justiça do Rio Grande do Sul de levantar um trapiche na orla do Guaíba, em Porto Alegre, sem licenciamento ambiental. 

Ronaldinho, embaixador voluntário da Embratur

Os irmãos estão sem acesso aos passaportes desde novembro de 2018. Para reaver o documento, a família de Ronaldinho precisa pagar indenização de mais de 9 milhões de reais

A defesa do ex-atleta recorreu, sem sucesso, ao Supremo Tribunal Federal (STF). 

Turismo estrelado 

Parece que a Embratur aposta em estrelas do esporte e música para turbinar o turismo brasileiro. Antes de Ronaldinho Gaúcho, o presidente Jair Bolsonaro oficializou a nomeação de Bruno & Marrone como embaixadores

Os embaixadores Bruno & Marrone e Jair Bolsonaro

O papel dos cantores sertanejos é divulgar nas redes sociais aspectos positivos da cultura brasileira. O trabalho também é voluntário. 

Publicidade

Fotos: foto 1: Marcos Corrêa/PR/foto 2: Divulgação/Embratur/foto 3: Marcos Corrêa/PR


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Ana Beatriz, indígena de 5 anos, é morta asfixiada após ser estuprada em crime bárbaro no Amazonas