Diversidade

Ricky Martin e marido esperam por 4º filho; veja outras famílias de pais LGBT que estão crescendo

por: Redação Hypeness


Ricky Martin confirmou que será pai pela quarta vez. Casado com o artista plástico Jwan Yosef há dois anos, o cantor porto-riquenho revelou a novidade durante premiação da ONG Human Rights. 

– Ele resolveu oferecer sua casa para pessoas trans ou LGBT expulsas pelos pais e mulheres que sofreram abuso

Os dois já são pais dos gêmeos Valentino e Matteo, além de Lucia, que completa um aninho em dezembro. “Aliás, eu preciso anunciar que estamos grávidos! Estamos esperando (mais um bebê). Eu amo famílias grandes”, confidenciou. 

A família de Ricky Martin

Os esforços de Ricky Martin em prol da comunidade LGBT+ foram reconhecidos durante o evento, que celebrou o papel do artista na na série ‘American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace’. O cantor viveu o namorado do estilista italiano morto por Andrew Cunanan em 1997. 


Mais amor

Inspirado na notícia dada por Ricky, nós do Hypeness lembramos de outros pais e histórias de pluralidade familiar vindas do universo LGBTQ+.

David Miranda e Glenn Greenwald estão no epicentro de uma crise política sem fim. Em busca de humanidade, os dois dividiram um momento especial em família e celebraram a conclusão do processo de adoção dos dois filhos. “Momento histórico”, resumiu David. 

– P&G dá licença-paternidade a funcionária para atender demanda de casal LGBT

“Agora eles têm o nosso nome e uma nova certidão de nascimento. São nossos filhos legítimos. Foi um momento histórico para nossas vidas”, celebrou o deputado federal em conversa com o jornal O DIA. 

David e Glenn (e os cachorros) celebram a vida em família

Para inspirar, o trabalho da fotógrafa Gabriela Herman, que produziu uma série de pessoas como ela – criadas por pais LGBTs.

‘The Kids’ (‘As Crianças’), é ensaio sobre amor e diversidade. A série de fotografias apresenta pessoas comuns, como você e eu, que dividem suas impressões sobre crescer em círculos de afeto distantes dos modelos tradicionais.

Hope, criada em Nova York por dois pais:

“Eu sabia que havia outras estruturas familiares, porque eu iria ver famílias dos meus amigos e os meus tios e tias e eu sabia que as pessoas tinham algo chamado de ‘mãe’ que eu não necessariamente tinha, mas eu realmente não acho que eu era tanto uma minoria. Eu me perguntava sobre a minha família de nascimento e, em particular, minha mãe biológica, mas em termos de meu próprio desenvolvimento, eu não sinto que tenha sofrido por causa disso. Eu acho que os meus pais fizeram um trabalho fantástico de ajudar a me levantar para ser uma mulher forte, mas em termos desta pergunta sobre de onde vim, às vezes eu ainda me pergunto e outras vezes apenas meio que desaparece em termos de importância.”

Série mostra a vida de filhos criados por pais LGBTs

O cinema também contribui para o debate. O curta ‘O Órfão, de Carolina Markowicz, ganhou a ‘Queer Palm’ em Cannes pela história de um adolescente adotado que acaba sendo devolvido ao orfanato por ser, segundo o preconceito vigente, excessivamente afeminado. A produção é baseada em fatos reais. 

Publicidade

Fotos: foto 1: Paul Morigi/Instagram/foto 2: Reprodução/foto 3: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Novo caso de racismo em Uber levanta debate sobre canais de denúncia e políticas antirracistas