Ciência

X-Burguer, café com leite, estrogonofe: combinações clássicas que atrapalham a absorção de nutrientes

28 • 09 • 2019 às 15:16 Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

A alimentação não é feita somente da culinária em seus sabores, cheiros, formas, texturas e cores – é também nutrição, e nem tudo que faz bem à boca também faz bem à saúde, especialmente quando se trata da combinação de ingredientes. Certas misturas clássicas, que se tornaram verdadeiros ícones da gastronomia popular, dificultam a absorção pelo corpo, quando combinados, dos nutrientes de cada ingrediente.

O cálcio do leite, por exemplo, atrapalha a absorção pelo corpo do ferro que a carne oferece, o que transforma, por exemplo, o estrogonofe em uma má escolha nutricional de combinação de ingredientes. O cheeseburger é outro mal exemplo: o leite do queijo prejudica o corpo a absorver o ferro da carne do hambúrguer – e para quem sofre com deficiência de ferro, é recomendado substituir o queijo normal por uma versão vegana, ou comer o sanduíche sem queijo.

O molho da salada também é vilão para a absorção de nutrientes, e por isso é recomendada sua substituição por azeite ou ingrediente mais simples, como abacate. Alguns hábitos milenares também prejudicam a entrada do ferro no corpo – como o cafezinho depois das refeições.

E o mesmo vale para o chá preto e o chá verde, sendo o ideal esperar por uma ou duas horas após a refeição. E, quem diria, a combinação entre café e leite é também problemática, pois a cafeína inibe a absorção do cálcio leite – e se essa for a única fonte de cálcio, é importante ficar atento.

Publicidade

Canais Especiais Hypeness