Inspiração

Campanha quer tornar um diamante feito de cabelo e símbolo de luta no mais valioso do mundo

por: Vitor Paiva

O imenso valor atribuído a um diamante vem da beleza hipnótica da pedra, mas também do seu processo de feitura natural, de uma receita complexa, rara e principalmente demorada: puro carbono, direto das profundezas do planeta, compactado por milhões de anos sob altíssimas temperaturas. Desde os anos 1950, porém, que a ciência passou a conseguir produzir diamantes em laboratório, utilizando outras fontes de carbono. Uma delas curiosamente é o cabelo humano, feito do mesmo material, que pode ser transformado na pedra preciosa. Quando foi diagnosticada com câncer de mama, a inglesa Danielle Callaghan decidiu cortar um tufo de seu cabelo e transformá-lo em um diamante – mas não para sua própria memória, e sim para oferecer à pedra um valor ainda maior do que o de uma simples joia.

Danielle Callaghan para a Against Breast Cancer

O cabelo foi enviado para o laboratório Life Gem, que cria gemas personalizadas desde 2001. O carbono contido no tufo é então submetido a temperaturas extremas sob condições especiais – e convertido em grafite. Esse grafite é então colocado em uma prensa de diamante, que replica a força, a pressão e o calor das profundezas da Terra. Três meses depois de enviado, assim, o cabelo se transforma em um diamante.

O diamante feito a partir do cabelo de Danielle

Ao se transformar em garota-propaganda da Against Breast Cancer (contra o câncer de mama, em tradução livre), Danielle decidiu transformar seu diamante de 1.59 quilates no mais valioso do mundo – capaz de salvar vidas.

“É incrível que eu tenha essa oportunidade de transformar meu cabelo e minha dor em algo tão lindo”, diz Danielle. “Esse diamante não foi usado por rainhas e não tem milhares de anos”, diz, “mas ele carrega minha história, e a história de milhares de mulheres pelo mundo com câncer de mama”.

Danielle e sua filha Joey

Assim, a campanha pede doações para transformar esse no mais valioso diamante de mundo, para que o valor possa ser doado para financiar pesquisas pela cura da doença e a vida de seus pacientes.

A gema foi transformada em colar, e está em exibição na Inglaterra.

Para saber mais e doar, acesse o site da campanha.

Publicidade

© fotos: reprodução/divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
‘Vocês roubaram este bebê’: família sofre preconceito diário por ter adotado bebê branco