Inspiração

Este senhor fofo finalmente conseguiu pagar uma dívida de 14 dólares que tinha desde os anos 1950

por: Vitor Paiva

Em meio ao mar de infinitos posts que a internet diariamente nos traz, volta e meia uma verdadeira joia se destaca para trazer lágrimas aos olhos. É o caso da emocionante história de Bob Bradley, um senhor que aos 79 anos, sentindo o fim da vida se aproximar, decidiu literalmente resolver todas as suas dívidas – simbólicas mas também literais. Uma dessas dívidas, de meros 14 dólares, datava ainda dos anos 1950, contraída com seus patrões Bill Barry e Bob, donos de uma concessionária onde trabalhou – e só agora, de forma verdadeiramente tocante, ele pôde pagar, como mostram as próprias palavras da carta que Bradley enviou para a concessionaria de automóveis pagar sua dívida. A história veio a público a partir de uma matéria no site Bored Panda.

“10 Setembro de 2019

Querido senhor (Vincent, Robert, William) Barry 

Ainda nos anos 1950 eu trabalhei para vocês – preparando carros, limpando o jardim e outras coisas enquanto estava na escola em Danbury.

Vocês me emprestaram um velho carro Mercury como parte do meu trabalho. Um dia eu fui chamado para cantar em um concurso na Universidade de Westmar, em LeMars. Como eu só tinha farrapos e sapatos velhos, vocês me emprestaram um dinheiro para comprar uma camisa branca e um par de sapatos. Eu paguei em parte, mas ainda devia 14 dólares. 

Tenho 79 anos agora e estou pronto para ir. Estou com problemas cardíacos, e tive um pequeno derrame. Eu deveria ter feito isso antes mas sempre fui pobre e nunca tive o suficiente. Eu prometi a Deus que não teria dívidas. Aqui vão 20 dólares – espero que eu possa ser perdoado por não ter pagado antes.

Obrigado, todo respeito

Bob Bradley”

Bob Bradley

Todos na concessionária se comoveram com o nobre gesto, e decidiram procurar por Bradley nas redes sociais para poderem saber mais sobre ele – e através do Facebook agradeceram o gesto.

A concessionária antigamente, e hoje em dia

A mensagem que enviaram em resposta a Bradley conclui a incrível história – e nos renova a esperança na humanidade.

A carta que Bob enviou, mais de 50 anos depois

Olá Bob,

Recebemos sua maravilhosa carta junto com os 20 dólares. Meu pai e eu realmente achamos a coisa mais incrível já feita! É algo que não vemos no mundo hoje. Eu sabia que seria algo do passado só de ver os nomes que você colocou no envelope. Bill Barry era meu avô. Hoje meu pai Mike Barry e eu somos donos da concessionária Ford. Quando você trabalhou para a Barry Motor’s, Bob e Bill eram os donos? Ou era Vincent? Estamos tentando descobrir que ano isso aconteceu, achamos que foi por volta de 1958. Está certo? 

De qualquer modo, eu sei que Bill e Bob teriam adorado seu gesto. Infelizmente, porém, os dois já se foram há algum tempo. Bob faleceu em 1975 e Bill em 1993. De qualquer forma, foi um gesto muito legal. Todos nós na Barry Motors achamos demais!

Queremos te agradecer pela carta e o dinheiro para nos lembrar que ainda existem pessoas muito boas no mundo. Nos trouxe muitas memórias maravilhosas! Obrigado mais uma vez

Brian Barry”

As duas pessoas que emprestaram 14 dólares para Bob no fim dos anos 1950

 

Publicidade

© fotos: Bored Panda


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Esta família (muito fofa) deixa água e petiscos para entregadores e carteiros