Debate

Fernanda Gentil diz que não vai vestir filho de rosa só pra mostrar que é ‘modernosa’

por: Yuri Ferreira


A jornalista e apresentadora do ‘Se Joga’, da Rede Globo, deu uma polêmica entrevista para a coluna de Mônica Bergamo na Folha de São Paulo. Fernanda Gentil abordou temas como política, educação, sexualidade e família. As falas da personalidade global ecoaram nas redes sociais.

– Fernanda Gentil dá lição em seguidor após comentário preconceituoso no Instagram

Fernanda Gentil deu entrevista polêmica à Folha

A apresentadora reveou detalhes sobre a educação de suas crianças. Gabriel, 4, filho de seu antigo casamento e Lucas, 11, afilhado sob sua responsabilidade. Ambos moram com ela. Gentil disse acreditar em seu papel como mãe e deu detalhes sobre o esforço e as dificuldades da maternidade.

“Temos que ter a humildade de reconhecer que o novo sempre vem —e cada vez mais rápido. Eu escolho viver o mundo dos meus filhos, e não fazer com que eles entendam o meu para viverem nele. No máximo, se eu der sorte, eles vão aprender com o meu mundo. Mas eu que vou ter que me esforçar”, afirmou Fernanda.

A jornalista também declarou que não vestiria o filho de rosa porque não quer ser ‘modernosa’, apesar de não acreditar que produtos culturais – como um beijo gay na TV – possam influenciar a sexualidade de uma criança. Além disso, ela acrescentou que não deseja ter um filho homossexual.

– Atriz diz que tinha medo de se assumir por pais serem gays

“Não torço porque o Brasil não é um ambiente 100% seguro [para os homossexuais]”, afirmou a apresentadora, que é assumidamente lésbica e namora com a também jornalista da Globo Priscila Montadon.

Publicada no final, Fernanda declarou na parte mais polêmica da entrevista que respeita pessoas racistas e homofóbicas. Segundo Gentil, ela discorda das opiniões e diz não respeitar apenas quem comete agressões físicas ou injúrias. Após a péssima repercussão da fala, a jornalista se esclareceu no Instagram esclarecendo que foi “mal interpretada” e “retirada de contexto”.


O povo não comprou muito a ideia, e muita gente achou a declaração bastante infeliz. Confira a reação à entrevista no Twitter:

1.

2.

3.

4.

Publicidade

Foto: Reprodução/Instagram


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
IBGE libera ranking de cidades com o maior consumo de bebidas alcóolicas