Fotografia

Fotógrafo vence concurso do Museu de História Natural de Londres com imagem genial

por: Vitor Paiva

Todo ano milhares de fotógrafos miram suas lentes para o que o planeta tem de melhor, e registram a natureza em busca daquele clique raro e espetacular. As melhores fotografias da fauna e da flora da natureza selvagem são premiadas no concurso anual “Wildlife Photographer of the Year”, e na última terça-feira, dia 15, o Museu de História Natural de Londres anunciou os vencedores da edição 2019 do concurso. Foram 18 premiados entre mais de 48 mil inscritos, e o título mais alto foi para a China nesse que é o 55o ano da premiação.

“O Momento”, por Yongqing Bao (China) – Prêmio Geral

O prêmio máximo foi para o fotógrafo chinês Yongqing Bao, que capturou uma marmota do Himalaia reagindo em absoluto espanto a um ataque por vir de uma raposa tibetana. O clique aconteceu na reserva natural das Montanhas Qilian, na China, e foi apropriadamente intitulado de “O Momento”. Segundo foi revelado, a raposa tinha três filhotes pequenos para alimentar, e a marmota saia dos seis meses de hibernação que atravessam entocadas – quando ficam mais expostas a possíveis predadores.

Yongqing Bao, grande premiado da noite, é fotógrafo chefe da Associação Chinesa “Qilian Mountain Nature Conservation Association of China”, além de vice-secretário-geral da associação de fotógrafos da vida selvagem de Qingha. Além do prêmio máximo, porém, outras fotos foram também laureadas – como as que seguem abaixo, comprovando que a natureza ainda é a mais refinada e surpreendente das artes.

“Brilho Noturno”, por Cruz Erdmann – Categoria “Fotógrafo jovem da vida selvagem, entre 11 e 14 anos”

“O exército arquitetônico”, por Daniel Kronauer (EUA) – Categoria “Comportamento Invertebrado”

“A gangue dos ratos”, por Charlie Hamilton James (Reino Unido) – Categoria “Vida selvagem urbana”

“O Jardim das Enguias”, por David Doubilet (EUA) – Categoria “Embaixo d’água”

“A luta justa”, por Ingo Arndt (Alemanha) – Categoria “Comportamento mamífero”

“Terra da Águia”, por Audun Rikardsen (Noruega) – Categoria “Comportamento dos pássaros”

“Platô de neve – Nômades”, por Shangzhen Fan (China) – Categoria “Animais no meio-ambiente”

“Face da decepção”, por Ripan Biswas (Índia) – Categoria “Retratos de animais”

As fotos estarão expostas no Museu de História Natural de Londres a partir do dia 18 de outubro, para em seguida saírem em turnê internacional.

Publicidade

© fotos: divulgação/créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Artista cria foto montagens surrealistas que irão desafiar seus olhos