Sustentabilidade

Óleo misterioso em praias leva a solução de enigma de caixas que surgiram no litoral do Nordeste

por: Jonas Carvalho

A origem do derramamento de petróleo que está emporcalhando praias do litoral do Nordeste, com impacto ambiental cada vez maior, ainda não foi descoberta. Porém, investigações sobre o incidente levaram pesquisadores a resolver um enigma que quebrava a cabeça de muita gente na região: o aparecimento de caixas misteriosas.

Desde o ano passado, centenas de caixas de borracha apareceram em diversos pontos do litoral nordestino. Uma delas inclusive chegou a causar um acidente que deixou dois mortos. Depois da descoberta, não apenas a origem desses objetos foi encontrada, como existe a hipótese de que essa seja a mesma fonte das manchas de petróleo que estão assolando as praias da região.

Uma das caixas que apareceram no Nordeste

Pesquisadores do Instituto de Ciências do Mar (LABOMAR), da Universidade Federal do Ceará (UFC), acreditam que o material é de um navio alemão afundado em 1944 por tropas americanas próximo a Recife, durante a Segunda Guerra Mundial.

A inscrição de uma das caixas, encontrada em julho deste ano numa praia de Itarema (200km de Fortaleza/CE), indicava que o objeto provinha da Indochina Francesa, área que era uma colônia da França e foi dominada pelos japoneses, aliados de alemães e italianos, durante a 2ª Guerra, explicou à UFC o profº Carlos Teixeira, um dos responsáveis pela pesquisa.

Os pesquisadores fizeram uma simulação computadorizada liberando partículas a partir do lugar onde o navio afundou. O resultado mostra que essas partículas chegam ao litoral nordestino e reforçaram a tese de que o cargueiro alemão é a fonte das caixas.

Um artigo científico sobre a descoberta será submetido a um periódico internacional. “É um marco histórico, porque conseguimos identificar a origem dessas caixas em relação ao cargueiro que deve ter se rompido no fundo do mar”, reforçou o professor.

View this post on Instagram

Não somos Xeroque Rolmes, mas resolvemos mistério também! 🕵️ Olha que interessante: um grupo de pesquisadores do Instituto de Ciências do Mar (LABOMAR) acredita ter descoberto a origem das caixas de borracha que têm surgido no litoral nordestino desde o fim do ano passado. Segundo eles, o material é oriundo de um navio alemão torpedeado por tropas americanas próximo a Recife durante a Segunda Guerra Mundial.🤔 A partir de uma inscrição em uma das caixas, foi possível indicar que "esse produto era antigo, provavelmente de um naufrágio. Através dessa marcação [na caixa], fizemos uma pesquisa histórica e conseguimos identificar um cargueiro, chamado Rio Grande, que tinha uma carga de borracha com as inscrições referentes à Indochina Francesa", explica o Prof. Carlos Teixeira, um dos responsáveis pela pesquisa. Há ainda uma hipótese de que o mesmo navio seja a origem das manchas de óleo que têm chegado a diversas praias do Nordeste. Veja os detalhes de como foi essa descoberta na notícia do nosso portal: www.ufc.br. (Fotos: Marcus Davis e Viktor Braga/UFC)

A post shared by Universidade Federal do Ceará (@ufcinforma) on

– Leilão ameaça baleias em Abrolhos enquanto petróleo avança por litoral do Nordeste

Os pesquisadores revelam ainda que há a hipótese de que o mesmo navio seja a origem das manchas de óleo que apareceram no Nordeste, pois apresentam uma rota parecida com a que teria sido percorrida pelas caixas.

Entretanto, outros estudos serão necessários para confirmar a teoria. Amostras do óleo têm sido coletadas para serem analisadas em um laboratório nos Estados Unidos especializado nesse tipo de material para determinar pontos como característica, idade e origem geográfica das substâncias.

Publicidade

Fotos: reprodução/Instagram/Divulgação


Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Greta Thunberg critica Ricardo Salles após sugestão de usar coronavírus para burlar leis ambientais