Debate

Usuário de iPhone processa Apple por ‘torná-lo gay’

por: Gabriela Glette

Todos os dias milhares de empresas são processadas por inúmeras razões, mas, esta definitivamente é no mínimo incoerente. Recentemente, um usuário russo de iPhone entrou com uma ação de um milhão de rublos contra a Apple, acusando a corporação americana de torná-lo gay indiretamente. Exatamente. E esta história é tão absurda que o processo acabou viralizando na internet na última semana.


O autor – D. Razumilov alega que se envolveu “em um relacionamento entre pessoas do mesmo sexo” depois de receber o tipo errado de criptomoeda em um aplicativo de carteira virtual que ele instalou em seu iPhone em 2017. Isto porque, na época ele recebeu 69 GayCoins – uma criptomoeda projetada para membros da comunidade LGBT – de um remetente anônimo. Segundo ele, foi isto que o levou a começar um relacionamento gay. A transferência misteriosa foi acompanhada da mensagem “não bata até que você tente”.

ação contra a apple torná-lo gay 1

Na queixa oficial, o russo afirma que de fato não poderia julgar algo que ele nunca havia experimentado, e que agora não consegue mais voltar atrás: “Depois de dois meses, posso dizer que estou intimidado com um membro do meu próprio sexo e não consigo sair. Eu tenho um namorado fixo e não sei como explicar isso para meus pais. Depois de receber a mensagem acima mencionada, minha vida mudou para pior e nunca mais será normal“.

ação contra a apple torná-lo gay 2

Por mais absurda que pareça esta ação, a advogada responsável – Sapizhat Gusnieva, afirma que o processo era muito sério e que seu cliente e ficou realmente assustado como resultado da falta de ação da Apple. Embora a mensagem tenha sido recebida em um aplicativo de terceiros, Gusnieva disse que a empresa é responsável pelos serviços executados em sua plataforma. Como resultado, a Apple deve pagar a Razumilov um milhão de rublos, o equivalente a 15 mil dólares como compensação.

ação contra a apple torná-lo gay 3

Processos contra a Apple

A empresa fundada por Steve Jobs é conhecida pela imensa quantidade de processos judiciais contra ela. No ano passado, a Apple chegou a afirmar que deixava iPhones antigos mais lentos de propósito para preservar suas baterias. Entretanto, tal prática é entendida pelos usuários como “reduzir a velocidade dos iPhones para forçar o consumidor a comprar um novo”.

ação contra a apple torná-lo gay 4

Também não foram poucos os processos por elevada radiação emitida pelo iPhone. O texto legal afirma: “Os efeitos incluem aumento do risco de câncer, estresse celular, aumento de radicais livres nocivos, danos genéticos, alterações estruturais e funcionais do sistema reprodutivo, déficits de aprendizado e memória, distúrbios neurológicos e impactos negativos no bem-estar geral em humanos”.

Publicidade

Fotos: Unsplash


Gabriela Glette
Uma jornalista que ama poesia e mora na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
“Estão jogando energia errada”, desabafa Tatá Werneck sobre gravidez