Fotografia

Antes e depois mostra como Europa mudou da Segunda Guerra para os dias atuais

por: Vitor Paiva

Os efeitos de uma guerra podem ser medidos na vida das pessoas, na economia de um país, nas geografias e mudanças no mapa, mas também no próprio devastador impacto sobre as cidades. Ao longo do século XX, a Europa foi cenário de alguns dos maiores conflitos da história da humanidade – nenhum, porém, foi mais destruidor do que a Segunda Guerra Mundial. Comparar hoje as imagens de ruínas, caos e ocupação que revelam os horrores da Segunda Guerra sobre diversos países com a atualidade de tais cenários parece impossível – como encaixar uma realidade sobre a outra no mesmíssimo cenário?

Pois foi essa a tarefa realizada pelo site Bored Panda: reunir imagens de um mesmo lugar, em um “antes e depois” da segunda grande guerra – ou melhor: um antes e agora. Países como Alemanha, Inglaterra e França, que acabaram efetivamente destruídos ou transformados pelo conflito, hoje praticamente não trazem mais as marcas da guerra na arquitetura e nas construções de suas cidades – as cicatrizes, memórias e aprendizados, porém, permanecem para sempre.

Aachen Rathaus (Alemanha)

Vista do Castelo de Caen (França)

San Lorenzo (Roma)

Rue St. Placide (França)

Rentforter Straße (Alemanha)

Place De La Concorde (Libertação de Paris)

Opéra Garnier (Ocupação de Paris)

Notre Dame (Libertação de Paris)

Cinema em Żnin durante a ocupação nazista (Polônia)

Cherbourg-Octeville (França)

Soldados alemães capturados na Praia de Juno (França)

Avenida Foch (Ocupação de Paris)

 

 

 

Publicidade

© fotos: Bored Panda


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ele levou 3 anos para fotografar a Via Láctea e o resultado é incrível