Futuro

Brasil tem 1º bebê registrado por meio de tecnologia blockchain; entenda

por: Vitor Paiva

O primeiro bebê recém-nascido e registrado através do blockchain no Brasil nasceu no Rio de Janeiro no último dia 08 de julho. O registro do pequeno Álvaro de Medeiros Mendonça foi emitido somente pela tecnologia, sem que seus pais tenham comparecido presencialmente a um cartório, e ainda assim cumprindo todas as exigências e procedimentos legais. Assim, o registro de Álvaro é reconhecido e legítimo, mas feito somente através do blockchain.

Para que o registro fosse possível, uma parceria foi estabelecida entre a rede Notary Ledgers, da Grow Tech, o 5o Registro Civil de Pessoas Naturais da Cidade do Rio de Janeiro e a Casa de Saúde São José, hospital na Zona Sul da cidade, onde Álvaro nasceu – a Notary Ledgers é uma plataforma que justamente fornece serviços de cartório através da tecnologia de blockchain da IBM.

A novidade pode, segundo Hugo Pierre, CEO e fundador da plataforma, facilitar a emissão de milhares de documentos, especialmente de bebês nascidos em hospitais da rede pública, onde as filas podem chegar a horas de duração diárias para realização de registros. O sistema funciona de forma direta: no momento do nascimento, membros da equipe do parto fazem a declaração do ser nascido vivo diretamente na ferramenta.

Quem for realizar o registro cria então sua identidade digital através da validação dos dados pessoais em órgãos oficiais – e uma ferramenta de reconhecimento biométrico facial conclui o processo, que emite a certidão em 15 minutos. O sucesso da novidade pode sugerir o uso da tecnologia para outros registros no futuro, como de imóveis ou certidões de casamento.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Londres e Sydney em 19 horas e sem escalas: conheça o voo mais longo do mundo