Debate

Claudia Raia posa nua e dá recado inspirador sobre relação com o corpo: ‘Não posso ser sexy?’

por: Yuri Ferreira

Claudia Raia está abrindo o debate acerca de sexualidade após a maturidade. Foi no programa ‘Se Joga‘, vespertino da Rede Globo, que a atriz debateu diversos assuntos. Um dos temas foi a sua relação com seu corpo e sexualidade, especialmente após a divulgação de um ensaio para a revista Ela, em que Raia aparece nua nas fotos.

“Essa foto foi para falar sobre a mulher [aos 50 anos]. Não era apenas uma foto nua. No mundo inteiro, mulheres nessa idade são capas de revista dessa forma e aqui não. Afinal, por que uma mulher de 50 anos não pode fazer uma foto sexy? Por que uma mulher nessa idade não pode ter desejo sexual?”, afirmou Cláudia durante a entrevista.

– Com 83 anos, ‘vovó do Tinder’ já saiu com mais de 50 e prova que não existem limites pra paquera

Claudia Raia no ensaio para a revista ‘Ela’

A atriz da Globo já disse que irá fazer um canal de vídeos no IGTV para tentar debater temas tabu da sexualidade como ‘Por que não posso falar sobre sexo anal’?, ‘Por que quem gosta de sexo é visto como puta?’, dentre outros temas. Em outra entrevista recente, Cláudia discutiu diversas questões, incluindo seu casamento com o então ator e hoje deputado Alexandre Frota.

– Minha mãe é mais jovem do que eu: 3 mulheres que redefinem a maturidade todos dias

“Se aos 52 sou assim, acelerada, imagina aos 18? Misericórdia, nem eu mesma me aguentava. “Eu não andava, quicava. Casei na Candelária, né, amor? Com um esplendor que nem cabia no carro! E com o Alexandre Frota, o que resume tudo. Imagina quem eu era?”, contou ao GLOBO.

Raia ainda fez questão de discutir questões específicas sobre idade e carreira. O nosso país e nossa indústria de entretenimento não tem o costume de lidar bem com a maturidade, e ela abriu o jogo sobre o assunto.

– Conheça Izaura Demari, a brasileira que virou ícone fashion aos 78 anos

“Tive a ideia do canal para mulheres de 50 porque sonhava em ter um programa para conversar com as pessoas. A apresentadora madura, que tem glamour, é engraçada e popular, foi embora com a Hebe. Fiquei com vontade de ser essa pessoa. No Brasil, a mulher ‘morre’ quando faz 40 anos e só renasce aos 80, 90, quando vira a velhinha fofa. A mulher do meio não existe, nem na publicidade nem na casa das pessoas. Mas ela é muito potente: os filhos estão criados e a carreira, estabelecida. Por isso, não é bem vista num país machista”

Publicidade

Fotos: © Revista Ela


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Professor oferece ‘meio ponto’ para que aluna abra câmera e ele possa vê-la nua