Desafio Hypeness

Colamos em 5 bibliotecas públicas pra dar a letra de quais os livros que fazem a cabeça das crianças

por: Redação Hypeness

Incentivar a leitura durante a infância é fundamental para o desenvolvimento da criança. Além de fazer a alegria dos pequenos, os livros promovem o conhecimento, ampliam o vocabulário, desenvolvem o afeto, apuram o senso crítico, aprimoram a escrita, reduzem o estresse, minimizam dificuldades acadêmicas e por aí vai. Não faltam palavras para definir a importância de uma boa leitura. 

Por isso, ir a biblioteca é um ótimo programa para fazer junto com os filhos. Em São Paulo há uma variedade enorme de bibliotecas públicas espalhadas pela cidade. E para mostrar algumas delas para vocês e de quebra descobrir quais os livros mais escolhidos pela criançada, visitamos cinco bibliotecas em menos de 24 horas. 

Encontramos lugares fantásticos, estivemos em espaços dedicados ao universo infantil, vimos milhares e milhares de livros e nos deparamos com acervos gigantescos! 

Biblioteca Mário de Andrade

Localizada no centro de São Paulo, ao lado da estação de Metrô Anhangabaú, a Biblioteca Mário de Andrade foi fundada em 1925 e é considerada a maior da cidade, superada apenas pela Biblioteca Nacional. A Sala Infantil, inaugurada no ano passado, além de oferecer uma experiência lúdica através de um ambiente descontraído e colorido, traz um acervo selecionado com clássicos como “Cinderela” e “Rapunzel”, adaptada por Anna Claudia Ramos. Há versões em braile e em fonte ampliada.  “Ou Isto ou Aquilo”, de Cecília Meireles, é um dos títulos mais procurados por lá, assim como “Nuvem Feliz”, de Alice Ruiz. Livros do Ziraldo e “Coleções Africanas” estão em destaque em homenagem ao Dia da Consciência Negra, que é celebrado em 20 de novembro. A biblioteca conta ainda com um espaço aconchegante para as crianças brincarem enquanto escutam histórias.

Endereço: R. da Consolação, 94 – República, São Paulo – SP

Telefone: (11) 3775-0002

Biblioteca Alceu Amoroso Lima

Biblioteca Alceu Amoroso Lima

Inaugurada em dezembro de 1979, tornou-se um ponto de cultura do bairro de Pinheiros. Além do acervo infantil, comum nas bibliotecas do sistema municipal, a biblioteca possui também programação e títulos voltados para poesia com 34 mil volumes. Por lá, procuramos saber quais os livros mais pedidos pelas crianças. 

“Fala Sério Professor”, de Thalita Rebouças, é um deles. “A Turma da Rua Quinze”, de Marçal Aquino, também faz sucesso. E para fechar, “Breve História de um Pequeno Amor”, de Marina Colasanti, é outro título conhecido pelos frequentadores. 

O local disponibiliza internet gratuita.

Endereço: Rua Henrique Schaumann, 777 – Pinheiros, São Paulo – SP

Telefone: (11) 3082-5023

 

Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin

Conhecida como BBM, é um órgão da pró-reitoria de cultura e extensão universitária da USP (Universidade de São Paulo). A biblioteca foi criada em janeiro de 2005 para abrigar e integrar a coleção brasiliana, reunida ao longo de mais de 80 anos pelo bibliófilo José Mindlin e sua esposa Guita. São mais de 32 mil títulos que correspondem a 60 mil volumes. E o acervo infantil também conta com centenas de opções. Porém, para ter acesso é preciso saber antes o nome do livro e ir ao acervo acompanhado por um funcionário. Os títulos mais escolhidos por lá são “Dança para Crianças”, da PubliFolhinha, “Animais Feitos por Mim”, de Jane Bull e “Rio, uma Jornada Épica para o Mar”, de Laura Schichvarger.

Endereço: R. da Biblioteca, 21 – Vila Universitária, São Paulo – SP

Telefone: (11) 2648-0840

Parque Villa-Lobos 

Uma das maiores da cidade, ocupa uma área de 4 mil metros quadrados dentro do Parque Villa-Lobos e oferece um acervo formado por livros, revistas, jornais, livros eletrônicos, áudio livros, HQs, DVDs e CDs, incluindo livros em braile para pessoas com deficiência. O acervo infantil é imenso. Seu ambiente é inclusivo e acessível a todas as idades. 

A biblioteca possui diversos aparelhos de tecnologia assistiva, como folheador de páginas, mesa ergonômica, leitora autônoma, reprodutor de áudio, régua braille, teclado e mouse adaptados. O ambiente principal, uma espécie de oca, chama a atenção e traz uma experiência agradável de leitura e aprendizado. Visitas e excursões de escolas são frequentes no local. Perguntamos aos funcionários os livros que as crianças mais pedem e a resposta foi: “Super Dinossauros”, da Editora Girassol, “Escola de Veterinária”, da PubliFolinha e “Abelha”, da mesma editora.

Endereço: Av. Queiroz Filho, 1205 – Alto de Pinheiros, São Paulo – SP

Telefone: (11) 3024-2500

Biblioteca Monteiro Lobato

Fica no centro da capital paulista e proporciona acesso à leitura Infantil e Juvenil desde 1941. Considerado o maior acervo no seguimento, a biblioteca disponibiliza três ambientes de leitura para as crianças.  No espaço ambientado, você se sente dentro do “Sítio do Picapau Amarelo”. Logo na entrada, é possível ver uma Emília gigantesca na sala e as cores do seriado destacadas nas prateleiras, mesas e cadeiras. Os detalhes foram idealizados para proporcionar uma experiência completa. 

O acervo é recheado de obras de Monteiro Lobato, além de clássicos como “Turma da Mônica”, “Menino Maluquinho” e “O Pequeno Príncipe”. As estantes são divididas por categorias como “Minha Primeira Leitura” e em ordem alfabética, já que a demanda é grande. O segundo ambiente é a Gibiteca, uma viagem no universo dos gibis. Lá é possível mergulhar nas historinhas dos super-heróis da Marvel, “Turma da Mônica”, “Sítio do Picapau Amarelo” e até contos de terror. Já no espaço Juvenil, encontramos literaturas mais maduras como biografias importantes, histórias do espaço e outras.

Vale lembrar que a biblioteca Monteiro Lobato é uma boa dica para aproveitar o dia com a criançada. A área externa conta com um parquinho, quadra de esporte e uma praça arborizada para os pais relaxarem acompanhados de uma boa leitura.

Endereço: Rua Gen. Jardim, 485 – Vila Buarque, São Paulo – SP

Telefone: (11) 3256-4122

Sabemos que incentivar a leitura durante a infância é fundamental. Diversas histórias mostram o quanto a vida de uma pessoa pode mudar por meio de um bom livro. Um exemplo é o caso inspirador de Rosângela, mãe de Thompson, e que lia para o garoto aventuras de livros achados no lixo. Única alternativa para fazer com que o herdeiro mantivesse o amor pela leitura e conseguisse o primeiro lugar no exame do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). Thompson não só obteve sucesso, como a paixão pelos livros o levou aos Estados Unidos, onde ganhou bolsa de estudos para continuar a jornada. 

A história ficou tão famosa que virou filme da campanha #leiaparaumacriança, do Itaú. A iniciativa nasce para mostrar a importância da leitura no cotidiano da criançada por meio da distribuição gratuita de livros e incentivo à leitura na primeira infância.

O projeto se sustenta em três pilares essenciais para o desenvolvimento na infância: motivação, empoderamento e compartilhamento. Desde o início já foram enviados mais de 2 milhões de títulos via aplicativo de mensagens. Por falar nisso, os livros podem ser adquiridos por meio de um BOT do WhatsApp – basta enviar uma mensagem para o número +55 11 98151-1078. Em seguida, é só responder que SIM para garantir três PDFs com livros ligados à ação. Os formatos digitais também podem ser acessados pelo site da campanha.

 

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
9 receitas deliciosas para uma ceia de Natal vegana e plant based