Inovação

Criaram um micro gerador que usa a correnteza dos rios para gerar energia

Gabriela Glette - 22/11/2019

A energia hidrelétrica, apesar de ser considerada renovável, possui grandes impactos socioambientais. Se o Brasil é um dos maiores especialistas em utilizar a força das águas para gerar eletricidade, nos últimos anos vimos uma série de tragédias ambientais, consequência do mal uso desta tecnologia. No entanto, nos últimos anos vêm surgindo inúmeras iniciativas que prometem aproveitar o potencial aquático sem causar tantos danos. Este é o caso do Waterotor, micro gerador que usa a correnteza dos rios para produzir energia com muito menos impacto ambiental.

waterotor micro gerador 1

Desenvolvido pela empresa canadense Waterotor Energy Technologies, o dispositivo produz energia hidrocinética, ou seja, a própria correnteza dos rios é capaz de gerar energia. Desta forma, não é preciso construir barragens e formar lagos, o que significa que o impacto ambiental é zero. O melhor de tudo é que a velocidade necessária para captar energia pode ser tão baixa como 3,2 km por hora, sendo que em 6,5 ​​km por hora o produto atinge o desempenho ideal.

waterotor micro gerador 2

O Waterotor também não precisa de combustível, funciona 24 horas por dia e é capaz de converter mais de 50% da energia disponível na água corrente em eletricidade. A empresa responsável garante: “É barato, simples, robusto, facilmente instalável e não prejudica a vida aquática”.

waterotor micro gerador 3

Segundo o Banco Mundial, hoje são cerca de 800 milhões de pessoas no mundo que não têm acesso à eletricidade. Estas pessoas dependem de grandes empresas, que não têm interesse em distribuir energia elétrica em determinadas regiões, por uma pura e simples questão econômica. Diante disto, o dispositivo visa justamente estas pessoas, já que poderá ser instalado em córregos, rios, canais e vias navegáveis. O que o Waterotor está propondo é a democratização da energia elétrica!

A energia elétrica no mundo

O relatório emitido pelo Banco Mundial, no mês de maio de 2019, afirmou que cerca de 11% da população simplesmente não têm acesso a energia elétrica, sendo que a maior parte destas pessoas está concentrada na África Subsaariana.

waterotor micro gerador 4

Um dos maiores desafios da atualidade é levar eletricidade à regiões remotas, nas quais as grandes empresas não fazem questão de levar, já que não há garantia de lucro. Este é mais um dado que mostra como a desigualdade social do mundo é uma questão muito mais complexa do que imaginamos. Ela começa pelo acesso ao básico, que mais de 800 milhões de pessoas não têm.

Publicidade

Fotos: divulgação


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Tapete prático garante praia acessível para cadeirantes